Usamos cookies para lhe fornecer a melhor experiência possível no nosso website, Ao continuar a navegar neste site, você autoriza o uso de cookies. Para mais detalhes, incluindo sobre como mudar as suas preferências, por favor leia a nossa Política Privacidade.
Mais info Aceitar

​Investir em Matérias-Primas | Trading de Commodities

Tempo de leitura: 36 minutos

Você sabia que o trading de matérias-primas remonta à civilização antiga? Ao princípio, era um comércio de troca, quando os produtos ou coisas eram trocados por outros.

Já em 4500 e 4000 a. C. na Suméria (hoje Iraque), havia um mercado para matérias-primas. A presença dos primeiros contratos futuros ocorre com o aparecimento de fichas de argila da Mesopotâmia, que foram usadas pelos sumérios para determinar quantas cabras seriam entregues numa determinada data.

Na Idade Média, o trading de matérias-primas era usado de maneira um pouco diferente: os agricultores tentavam garantir uma compra futura das suas colheitas. Desta forma, eles conseguiam obter vendas futuras a um preço predeterminado, e o comprador estava seguro de que receberia os seus produtos na quantidade definida a um preço predeterminado.

Trading de Commodities

No entanto, o mercado global de matérias-primas e o trading de commodities em si começaram realmente quando a Junta Comercial de Chicago foi criada em 1848. Hoje é um dos tipos de mercado mais populares disponíveis que podem negociar, desde particulares, instituições e ainda especuladores.

Hoje, o trading de matérias-primas e commodities está ao seu redor sem se aperceber.

Se você tomar um café com leite e conduzir, podemos observar várias matérias-primas: café, leite, açúcar, gás, diesel ou gasolina. Elas devem ser processadas antes de chegar às suas mãos na qualidade exigida. Pode não ter percebido que, como matéria-prima, cada um destes são considerados ativos que podem ser investidos ou trocados por lucro.

Neste artigo, você descobrirá:

  • O que são matérias-primas
  • Tipos de matérias-primas
  • Como investir em matérias-primas ou commodities
    • CFDs
    • Futuros
    • Opções
    • ETFs
    • Acções
  • O que é um CFD em matérias-primas
  • Como negociar commodities através de CFDs
  • O que impulsiona os preços das matérias-primas
  • Onde investir em matérias-primas
  • Razões para investir em matérias-primas
  • e muito mais!

Investir em Commodities - O Que São Matérias-Primas

Antes de analisar com mais profundidade no trading de commodities, vamos primeiro ver o que são matérias-primas.

Matérias-primas ou commodities são produtos comercializados em mercados, sem diferenças de qualidade, e são chamados de produtos homogéneos.

Estes produtos individuais costumam ser os componentes mais básicos dos bens e dos serviços. Por exemplo, o açúcar e o cacau são considerados produtos básicos, mas que são os componentes de uma barra de chocolate.

No entanto, o que separa as matérias-primas de outros bens é o facto de serem intercambiáveis e padronizados. Isto significa que, não importa quem ou onde a matéria-prima é fabricada, duas unidades equivalentes do produto terão, mais ou menos, a mesma qualidade e preço. Por isso, 500 gramas de açúcar teriam o mesmo valor se forem produzidos na Índia, Brasil ou Tailândia.

Antigamente, as matérias-primas eram negociadas fisicamente, enquanto que hoje a maioria das transações é feita online.

Mas quais são os diferentes tipos de matérias-primas usadas no trading de commodities? De um modo geral, as matérias-primas são extraídas, cultivadas ou produzidas.

Por exemplo, alguns dos tipos mais básicos de commodities são o açúcar, o cacau e café arábica. Existe muito mais no mercado de commodities, por isso vamos dar uma vista de olhos a estas e também às quatro principais categorias que definem as commodities:

4 Categorias Para o Trading com Matérias-Primas

É possível que você ainda não tenha a certeza sobre quais as matérias-primas que deve escolher para investir, e é por isso que lhe vamos oferecer uma lista, para tentar ajudá-lo na sua decisão.

Dentro do trading de commodities ou matérias-primas, existem quatro categorias principais que definem o mercado de matérias-primas, e nas quais cada produto é negociável. Os tipos de matérias-primas são:

  1. Produtos agrícolas: inclui produtos não processados, como açúcar, o algodão, os grãos de café, etc.
  2. Produtos energéticos: petróleo como WTI ou Brent, gás, eletricidade.
  3. Produtos metálicos: Isto inclui metais preciosos como o ouro, a prata e a platina, mas também metais básicos como a cobre.
  4. Produtos animais: inclui tripas de porco e gado em geral, bem como outros produtos à base de carne.

Ao investir em matérias-primas, você também irá encontrar termos como hard commodities e soft commodities. As hard commodities são principalmente aquelas que são extraídas (ouro, petróleo, etc.) e as soft commodities são produtos agrícolas ou animais (trigo, soja, carne de porco, açúcar, etc.).

Esta é apenas uma pequena seleção de matérias-primas dentro das quatro categorias principais do mercado de commodities.

Comece a analisar as commodities que lhe interessam através da nossa conta demo, completamente livre de riscos!

Negociar Commodities numa conta Demo

Antes de perceber como deve aprender a negociar commodities e como investir em matérias-primas, é importante entender que a maioria dos traders e investidores adere aos produtos mais negociados ou mais líquidos dentro dos mercados financeiros.

Como pode imaginar, alguns produtos operam-se de forma mais ativa do que outros.

Por exemplo, o mercado de alimentos para animais pode envolver apenas o agricultor e a empresa de distribuição de stock, desta forma acaba por não produzir tanta atividade comercial.

De facto, de acordo com o TradingView, o volume total de negociação da Feeder Cattle em Setembro de 2019 foi de 36.000 contratos. Este número representa quantos contratos, pelo direito de comprar ou vender gado, foram comprados e vendidos.

No entanto, um mercado como o petróleo envolverá empresas de perfuração públicas, empresas de perfuração apoiadas pelo governo, empresas de serviços como a BP e a Shell, companhias aéreas que estão envolvidas de forma ativa na compra e venda de petróleo para manter os custos de combustível mais baixos, e também claro, os especuladores.

De acordo com o TradingView, o volume financeiro total de petróleo bruto para Setembro 2019 foi quase 14 milhões de contratos, uma grande diferença em relação à Feeder Cattle.

Nas seções a seguir, iremos descrever quais são produtos os mais operados nos mercados financeiros.

Investir em Matérias-Primas - Produtos Agrícolas

  • Café

O café é uma das bebidas mais favoritas do mundo, com 2,25 bilhões de chávenas consumidas por dia. É também um dos mercados de commodities favoritos em todo o mundo, sendo o segundo mercado mais comercializado, a seguir ao petróleo.

  • Açúcar

Tanto o açúcar bruto como o branco são comercializados como commodities. Enquanto a maioria de nós pensa no açúcar como adoçante, ele também desempenha um papel fundamental na produção de etanol. Prevê-se que o mercado cresça a uma taxa composta de crescimento anual de 2,9%, atingindo US $ 89,24 bilhões em 2024.

Investir em Matérias-Primas - Produtos Energéticos

  • Petróleo bruto

O petróleo bruto é uma matéria-prima popular para fazer trading porque pode ser muito volátil. Com os principais produtores de petróleo, incluindo Arábia Saudita, Estados Unidos, Rússia e China, este é um mercado muito reativo aos acontecimentos políticos. A procura por este produto também é bastante alta, porque o petróleo bruto é usado para combustível de transporte, produção de plásticos, tecidos sintéticos, fertilizantes, computadores, cosméticos e muito mais. Os principais pontos de referências de petróleo são WTI e Brent Crude Oil.

  • Gás natural

Este produto possui uma grande variedade de usos industriais, residenciais e comerciais, incluindo a geração de eletricidade. Os principais produtores de gás natural são a Gazprom, a Royal Dutch Shell, a ExxonMobil, a PetroChina e a BP.

Investir em Matérias-Primas - Metais

O ouro é outra matéria-prima muito popular. Conhecido como sendo um ativo refúgio, o ouro normalmente é onde os investidores colocam o seu dinheiro quando os mercados estão a passar por uma fase de crise. Isto significa que o ouro se correlaciona inversamente com o dólar americano.

  • Prata

Embora o ouro seja o metal mais popular para negociação, a prata também tem algumas vantagens. Uma é que o preço da prata tende a mover-se muito mais rápido que o preço do ouro, tornando esta matéria-prima atraente para os traders mais ativos. O ouro, por outro lado, é de maior valor e é frequentemente considerado atraente para os investidores de longo prazo.

  • Cobre

O cobre beneficia constantemente de uma alta procura, pois é utilizado em equipamentos elétricos, engenharia, utensílios de cozinha etc. O seu preço é considerado um barômetro confiável da economia global, por isso, investir em cobre é uma maneira de assumir uma posição de alta no PIB mundial.

Negociar Commodities - Como Funciona o Mercado

O Commodity Exchange é um mercado organizado e regulamentado que facilita o investimento em matérias-primas: a compra e venda de contratos cujo valor está vinculado ao preço do produto.

A oferta e a procura estão no mercado de ações, através dos compradores e dos vendedores. Os compradores contratados geralmente aceitam a entrega de um produto e o vendedor concorda em entregá-lo.

As características padrão de cada contrato são:

  • Quantidade: a quantidade de matéria-prima contida num contrato. Podem ser unidades diferentes, como kg, lbs, litros, barris, toneladas, etc.
  • Qualidade: Pode incluir a pureza da matéria-prima, a percentagem de aditivos, etc.
  • Preço: o preço de compra ou venda de um determinado produto
  • Entrega: a data, local e método de entrega serão determinados. Alguns contratos são liquidados financeiramente em vez de existir uma liquidação física.

Os principais participantes no mercado de matérias-primas são:

  • Produtores

Aqueles que fornecem os produtos. Sem produtores, não poderiam existir mercados de commodities. São as empresas de mineração, agricultores, etc. Os produtores costumam vender os contratos antes de produzir o produto. Eles irão bloquear o preço da produção futura.

  • Consumidores industriais finais

Empresas e indivíduos que exigem um determinado produto, que desejam adicionar posteriormente aos seus processos de produção. Por exemplo, estes consumidores podem comprar o preço do aço antes da construção do projeto, pois temem que o preço do aço suba e torne toda a construção mais cara.

  • Especuladores e traders

São pessoas que especulam sobre a evolução dos preços numa determinada direção, participam no comércio de matérias-primas. São importantes no mercado de matérias-primas, pois fornecem uma liquidez significativa para os dois principais grupos, os produtores e os consumidores.

Como Investir em Commodities

Uma maneira de investir em matérias-primas é ir diretamente à fonte e comprar os seus produtos.

Com o tempo, se os preços subirem, você poderá procurar um comprador e talvez lucrar a diferença do preço da matéria-prima. Mas é realmente possível para si, encontrar um produtor e vendedor de óleo ou açúcar para comprar os seus produtos? Pense que você também deverá encontrar um comprador para os produtos que adquirir. Ah, e não nos vamos esquecer que terá que armazenar os produtos, pois as comodities são produtos físicos.

Os produtores de açúcar vendem apenas quantidades de 112.000 libras. Isto é cerca de oito vezes e meia o peso de um elefante. Você poderia armazenar tanta quantidade de açucar? É bastante improvável!

Além disso, não devemos esquecer o facto de que a volatilidade das commodities tende a ser maior que as ações e títulos, pois existem muitos mais problemas de oferta e procura, que acabam por afetar o preço (algo que descreveremos mais à frente no nosso artigo).

Antes de analisar o que influencia os preços no mercado de commodities, existe outra maneira de investir em commodities? A resposta é sim.

Uma dessas maneiras é trocar produtos através de uma corretora. Então, vamos dar uma vista de olhos em como pode investir em matérias-primas através de uma corretora, e porque é que esta forma é a mais popular.

Investir em Commodities com CFDs

É possível que se esteja a perguntar: o que é um CFD de commodities?

Um CFD (ou Contrato por Diferença), permite que um trader especule sobre a ascensão ou a queda de um determinado mercado, sem ter que possuir o produto.

Estes foram originalmente desenvolvidos no início dos anos 90 em Londres por dois banqueiros de investimentos da UBS Warburg.

Essencialmente, um CFD é um contrato entre duas partes: o trader e a corretora No final do contrato, as duas partes trocam a diferença entre o preço da mercadoria no momento em que assinaram o contrato e o preço da mercadoria no final.

Basicamente, o trader está a pagar a diferença entre o preço de abertura e o preço de fecho do produto que está a negociar.

A simplicidade de entrar e sair de posições, em comparação com outros instrumentos de negociação, é apenas uma das razões pelas quais a negociação de CFDs de commodities é tão popular. Porém, isto não significa que seja fácil, mas existem alguns benefícios, como por exemplo:

  • Alavancagem: negociar com alavancagem pode resultar em lucros mais altos, mas também em perdas maiores.
  • 24h / 5d: os traders podem operar 24 horas por dia, cinco dias por semana, acedendo a oportunidades para uma grande variedade de produtos em todo o mundo.
  • Comissão zero: os traders podem negociar com zero comissões, apenas o spread.
  • Beneficie de um mercado em ascensão e queda: se você for na direção certa, é claro. Fazer o contrário pode resultar em perdas.

No entanto, existem ainda mais benefícios ao negociar CFDs de commodities com a Admiral Markets, como:

  • Política de proteção de saldo negativo
  • Spreads de 0 pips
  • Notícias e análises do mercado de forma gratuita, fornecidas pelo Dow Jones
  • Acesso a commodities no MetaTrader 4 e MetaTrader 5.

Ter a plataforma certa e uma corretora confiável, são aspectos muito importantes do trading. Ainda não tem uma? Então, de seguida clique na imagem abaixo para fazer o download da sua plataforma de negociação, é grátis! Assim, você pode ver com seus próprios olhos todos os instrumentos disponíveis e as suas características, para tomar a melhor decisão antes de investir em matérias-primas:

Descarregar o MetaTrader 5

Trading de Commodities com Futuros

Como já mencionamos, futuros são contratos nos quais um vendedor concorda em vender uma quantia fixa de um determinado produto, a um comprador, num dia específico no futuro. O comprador do contrato futuro acordaria um preço fixo para comprar o produto subjacente do vendedor na data de vencimento do contrato.

Antigamente, após a expiração do contrato futuro, o produto mudava de mãos do comprador para o vendedor. Hoje, no entanto, muitos traders usam o futuro como veículo apenas para especular sobre os preços das matérias-primas e não pretendem tomar posse do produto após a expiração do contrato.

Simplesmente, se o preço das mercadorias aumentar entre a data da compra do contrato e a data de vencimento do contrato, o trader poderá vender o contrato futuro com lucro. Se o preço cair, o trader terá prejuízo.

Um dos benefícios de investir em commodities através de futuros é o uso de alavancagem, que permite aos traders negociarem mais do que poderiam comprar diretamente com os seus fundos disponíveis.

Por exemplo, se você oferecer um contrato futuro com uma alavancagem de 1:10, isso significa que, por US $ 1 que o trader está disposto a investir, poderá ter acesso a US $ 10 do produto em questão.

O uso de alavancagem pode aumentar os lucros, mas também pode aumentar as suas perdas.

Embora a alavancagem possa tornar a negociação de futuros atrativa para novos traders, é uma atividade muito complexa, pois há muitos fatores que devem ser considerados ao avaliar os preços de mercado e prever a direção em que o mesmo se moverá.

Por exemplo, além de observar o preço atual de uma matéria-prima, também é importante considerar o custo de armazenamento e as taxas de juros e como elas podem influenciar os preços das commodities.

Trading de Commodities Com Opções

Assim como os futuros, as opções são outro tipo de derivado que permite negociar o valor variável de um produto sem ter que comprá-lo diretamente. As opções também beneficiam da alavancagem, como os futuros.

Existem dois tipos de contratos de opção: call e put.

  • O proprietário de uma opção de compra tem o direito, mas não a obrigação, de comprar um contrato futuro de commodities a um preço definido (o preço de exercício) antes ou numa data especificada (a data de vencimento).
  • O proprietário de uma opção de venda, por outro lado, tem o direito, mas não a obrigação, de vender um contrato de futuros pelo preço de exercício antes da data de vencimento.

Se o preço do futuro se tornar maior que o preço de exercício, uma opção de compra poderá ser vendida com fins lucrativos. Para uma opção de venda, é o contrário: o preço do futuro deve ser menor que o preço de exercício.

Isto significa que os traders de opções precisam de considerar não apenas como os preços de mercado irão mudar na sua estratégia, mas também o momento em que essas mudanças irão ocorrer.

Trading de Commodities Com ETFs

Um ETF, ou um fundo de capital aberto, é um fundo que investe num grupo de ativos financeiros. Como trader, você pode investir nestes fundos através de uma corretora ou em de uma bolsa de valores.

Os ETFs são mais conhecidos por conter pacotes de ações, no entanto, alguns deles investem em produtos físicos como barras de ouro, enquanto outros investem em opções ou futuros de commodities.

Com isso em mente, os riscos envolvidos na negociação de ETFs refletem os riscos dos ativos que eles contêm. ETFs que investem em produtos físicos apresentam riscos semelhantes ao investimento direto em produtos físicos, enquanto aqueles que investem em futuros têm riscos semelhantes às compras diretas de futuros, por exemplo.

Uma das principais vantagens de investir em ETFs de commodities é a diversidade resultante do investimento numa variedade de ativos através de um fundo, em vez de escolher ativos individuais para investir. No entanto, isto também pode significar que irá perder as grandes mudanças que ocorrem nos produtos individuais.

Trading de Commodities Com Ações

Por "ações de commodities", referimo-nos às ações de empresas que produzem commodities. A teoria é que a renda dessas empresas baseia-se no preço do produto que estas estão a vender, se o preço do produto aumentar, também aumentará a receita da empresa e por sua vez, o preço da ação.

No entanto, o desafio desta abordagem é que há riscos para a renda de um produtor de matérias-primas, para além dos fatores que podem influenciar os preços dos produtos básicos. Estes incluem:

  • Concorrência no mercado
  • Custos de fazer negócios
  • Taxas de juros
  • Desempenho da economia local.
  • Crescimento / crescimento de lucros / lucro

Onde Investir em Matérias-Primas

Com a Admiral Markets, você pode ter acesso através de CFDs a dezesseis das maiores matérias-primas negociadas no mercado de commodities. Aqui está uma lista de CFDs das commodities disponíveis:

  1. Produtos agrícolas
    1. Café arábica
    2. Cacau
    3. Algodão
    4. Sumo de laranja
    5. Café Robusta
    6. Açúcar bruto
    7. Açúcar branco
  2. Produtos Energéticos
    1. Petróleo Brent
    2. WTI Crude Oil
    3. Gás natural
  3. Produtos metálicos
    1. Ouro
    2. Cobre
    3. Paládio
    4. Platina
    5. Prata
    6. XAUAUD

Então agora que temos uma lista para negociar CFDs de commodities, o que impulsiona os preços destes produtos? Vamos analisar!

Investir em Matérias-Primas - Impulso dos Preços

Cada produto individual possui fatores únicos que afetam o seu preço. Grandes variações de preços podem ocorrer no mercado de commodities quando a escassez ou abundância de um produto está ameaçada.

Em regra geral, a maior influência em todos os produtos resume-se a mudanças na oferta e na procura, no entanto, outros elementos, como o dólar americano ou o clima, também podem ter um grande impacto.

Como Investir em Matérias-Primas - Oferta

A oferta de um produto pode ser influenciada por uma infinidade de fatores, como intervenção do governo, clima, guerra, etc.

Por exemplo, a 14 de Setembro de 2019, um enxame de drones explosivos atacou a maior fábrica de processamento de petróleo do mundo na Arábia Saudita, reduzindo a produção global de petróleo em 5 milhões de barris por dia. Isto representa quase metade da produção atual da Arábia Saudita e 5% da produção mundial. O evento causou um aumento recorde nos preços do petróleo.

Quando o mercado foi aberto a 16 de Setembro, o petróleo Brent subiu de 60,42 na noite de 13 de Setembro para 72,19 na abertura do mercado a 16 de Setembro, com um salto de 19,4%. Durante o mesmo período, o preço do petróleo bruto WTI aumentou cerca de 15,5%, de 54,79 para $ 63,28, o que resultou no seguinte gap de abertura.

investir em commodities

Fonte: Admiral Markets MT5 Supreme Edition - Gráfico diário do WTI - Intervalo de dados: 7 de Maio de 2019 a 12 de Dezembro de 2019 - Elaborado a 12 de Dezembro de 2019. Observe que o desempenho passado não é um indicador confiável de resultados futuros.

Porque é que isto aconteceu? Havia menos petróleo disponível no mercado. Mas, como a procura não mudou de todo, os traders e as instituições correram para obter o petróleo restante. Essa "escassez" geralmente leva a um aumento nos preços.

No que diz respeito ao trading de matérias-primas, vale a pena relembrar que o suprimento de commodities de energia é afetado principalmente pelas políticas governamentais (como sanções económicas) e tensões no Médio Oriente, já que a Arábia Saudita detém um quinto das reservas mundiais de petróleo.

As influências no fornecimento de produtos agrícolas são afetadas principalmente por padrões climáticos anormais, como chuvas extremas ou secas.

Isto ocorre porque a maioria destes produtos, como o cacau, o café e o sumo de laranja, são colhidos e cultivados e, por isso, precisam de ciclos climáticos consistentes para que as culturas cresçam.

Como Investir em Matérias-Primas - Procura

A procura por um produto pode ser influenciada por uma infinidade de fatores, como mudanças nos hábitos do consumidor e na saúde da economia.

Por exemplo, os hábitos de muitas pessoas em relação ao consumo de açúcar mudaram. As pessoas estão a tentar consumir de forma ativa menos açúcar. Se houver pessoas suficientes para seguir este comportamento, a procura por consequência, irá diminuir.

No gráfico a seguir, podemos ver os preços do açúcar durante um longo período:

investir em commodities

Fonte: Admiral Markets MT5 Supreme Edition - Sugar.White Daily Chart - Intervalo de dados: 27 de Março de 2005 a 11 de Novembro de 2018 - Elaborado a 11 de Novembro de 2018 às 20:31 GMT. Observe que o desempenho passado não é um indicador confiável de resultados futuros.

Os retângulos vermelhos no gráfico acima destacam as quedas acentuadas no preço do açúcar a partir de 2010.

No entanto, houve um movimento maior entre Setembro de 2015 e Setembro de 2016, devido a preocupações com uma escassez global. De facto, foi devido a uma interrupção no fornecimento de uma colheita de cana brasileira (que é o maior produtor mundial), que ajudou o açúcar a tornar-se "escasso" e, por isso, levou a um aumento de preços.

No entanto, neste caso em particular, uma mudança no clima fez com que os preços do açúcar aumentassem durante este período, o grande problema de procura tornou-se visível no final e os preços voltaram a cair novamente.

Esta é uma das razões pelas quais a negociação de CFDs em commodities poderia ter sido útil neste cenário de "açúcar". Com os CFDs de commodities, você pode beneficiar de um mercado em declínio e de um mercado em crescimento, desde que claro, escolha a direção certa.

Negociar Commodities - Relação Com o Dólar Americano

Juntamente com a oferta e a procura, o comportamento do dólar também pode influenciar os preços das matérias-primas.

O dólar dos EUA é a moeda de reserva mundial e, nos mercados internacionais, os produtos são cotados em dólares. Isto significa que, quando o valor do dólar cai em relação a outras moedas, são necessários mais dólares para comprar matérias-primas do que quando os dólares são mais valorizados. Isto significa que os preços das commodities em dólares são mais altos.

Além disso, o ouro é visto como um ativo refúgio e geralmente é onde os investidores se aglomeram quando o valor do dólar cai, particularmente em tempos de crise económica. Por isso, o ouro não beneficia apenas de ter um preço mais alto em dólares, mas também beneficia de um investimento maior, o que pode levar a saltos maiores do que os traders podem ver noutros produtos.

Negociar Commodities - Substituição de Matérias-Primas

As substituições significam simplesmente que os mercados irão procurar alternativas mais baratas sempre que possível. À medida que um produto específico se torna mais caro, os compradores procuram opções mais baratas. Se encontrarem uma alternativa adequada, irão começar a comprá-la, o que reduz a procura pelo produto e pode reduzir o seu preço.

Um exemplo disto é o cobre, usado em diversas aplicações industriais. À medida que o preço do cobre aumentava, muitos fabricantes começaram a usar alumínio.

Negociar Commodities - Como Afeta o Clima

O clima também pode influenciar os preços das matérias-primas. Em particular, mudanças climáticas anormais ou inesperadas, como chuvas extremas ou secas, podem ter um impacto significativo nos produtos agrícolas. De forma simples, os produtos como o cacau, o café e o sumo de laranja são colhidos e cultivados e, por isso, precisam de ciclos climáticos constantes para que as culturas cresçam.

Dito isto, o clima também pode influenciar os preços da energia, pois invernos severos aumentam a procura pelo aquecimento, o que, por sua vez, aumenta a procura por óleo para aquecimento e gás natural.

O mesmo acontece para o clima extremamente quente, que aumenta a necessidade do uso de ar condicionado. Isto aumenta a procura por matérias-primas envolvidas na produção de eletricidade, como gás natural e carvão.

Então, agora que você sabe um pouco mais sobre os fatores que influenciam os preços das commodities, como pode investir em commodities enquanto reduz o seu risco?

Com a conta demo de negociação gratuita da Admiral Markets, pode negociar sem risco em milhares de mercados financeiros de todo o mundo (incluindo os setores de energia, metais e produtos agrícolas) Basta clicar no banner abaixo para se registar e começar a negociar ainda hoje!

Conta Demo Admiral Markets

3 Razões Para Investir Em Matérias-Primas

Embora existam várias razões para começar a negociar CFDs sobre commodities, há três razões que tornam o investimento em commodities uma ideia muito interessante para os traders. Estas são, a crescente população mundial, cobertura inflacionária e a diversificação de portfólio.

Investir em Matérias-Primas Pelo Crescimento Populacional

O crescimento da população mundial explodiu desde o início do século XX, com a população mundial a atingir os 7,7 bilhões de pessoas. Embora a taxa de crescimento anual esteja a diminuir, ainda é de cerca de 1% ao ano, o que significa que esse número continuará a aumentar.

O crescimento da população cria uma procura por infra-estruturas, o que poderá criar um impacto significativo na procura por metais e energia. Além disso, existindo mais pessoas significa que existem ainda mais bocas para alimentar, o que afetará a procura por produtos agrícolas.

Por fim, mais pessoas geram mais procura, o que significa que é provável que os preços das matérias-primas continuem a subir consistentemente a longo prazo.

Investir em Matérias-Primas Para Se Proteger Contra a Inflação

Inflação é a taxa na qual os preços aumentam e significa que o dinheiro de hoje terá menos poder de compra no futuro. No contexto do trading de commodities, isto significa que irá custar mais dólares para comprar a mesma quantidade de um determinado produto no futuro.

No entanto, investindo diretamente em commodities, os traders inteligentes podem proteger-se destes aumentos de preços e podem beneficiar da venda de matérias-primas a um preço mais alto no futuro.

Investir em Matérias-Primas Para Diversificar o Seu Portfólio

Muitos investidores não possuem um portfólio diversificado. Em muitos países ocidentais, a maior parte do património líquido de uma casa está vinculada à sua propriedade. Enquanto isso, aqueles que investem tendem a manter ações ou títulos.

O problema é que, se o mercado em que está a investir estiver em tendência de baixa (por exemplo, se o mercado imobiliário ou o mercado de ações estiver em queda), o seu portfólio sofrerá um impacto significativo. Se você investiu numa variedade de ativos, por outro lado, os investimentos individuais nos mercados em queda serão afetados, mas o portfólio geral será isolado, pois os outros mercados irão permanecer estáveis ou podem até mesmo aumentar.

É importante considerar o investimento em matérias-primas como forma de criar diversificação e gerir melhor os seus riscos.

Exemplo de Trading de Commodities CFD

Vejamos agora um exemplo de uma negociação de commodities.

Imagine que você acha que o preço do petróleo Brent vai cair, e por isso decide abrir uma negociação ou posição short. Em teoria, você abriria a operação a um preço e, se o preço cair, fecharia a operação e receberia a diferença como lucro.

Neste exemplo, a 16 de Setembro de 2019, o preço de mercado do petróleo Brent era de US $ 72,16 por barril. Um lote (o tamanho padrão de CFD) é igual a 100 barris. Por isso, o valor de um lote de Brent seria de US $ 7.216.

A alavancagem disponível é de 1:10, desta forma, para abrir uma posição de um lote, ou US $ 7.216 em petróleo Brent, você precisaria de ter pelo menos US $ 722 na sua conta de negociação. (7216/10 = 722).

Se você abriu uma posição de venda a $ 72,16 e a fechou a $ 56,60 por barril, a diferença entre o preço de abertura e o preço de fecho seria de $ 15,56 por barril.

negociação de commodities

Fonte: Admiral Markets MT5 Supreme Edition - Brent. Gráfico diário - intervalo de dados: 15 de Junho de 2018 a 12 de Dezembro de 2019 - Elaborado a 12 de Dezembro de 2019. Observe que o desempenho passado não é um indicador confiável de resultados futuros.

Para calcular o seu lucro, você teria que multiplicar essa diferença de preço pelo tamanho da negociação e pelo valor de um movimento de um ponto. O tamanho do contrato e o valor em pontos variam entre os diferentes produtos, por isso é importante levar isso em consideração com antecedência.

Neste caso, o tamanho do contrato era de um lote, ou 100 barris de Brent. E o valor de movimento de um ponto (0,01) é de $ 1. Isto resulta em:

(72,16 - 56,60) x 100 x $ 1 = $ 1.556

Você teria lucrado a investir em matérias-primas US $ 1.556! Lembre-se de que, se o preço de Brent tivesse subido e não diminuído, você teria perdido.

Quanto Custa Investir em Matérias-Primas

É importante observar que o seu lucro ao negociar CFDs em commodities não é simplesmente a diferença entre o preço de abertura e o fecho do negócio: também deve considerar os custos de toda a operação.

No trading de commodities, há três custos possíveis a ser considerados:

  • Spreads: o spread é a diferença entre o preço de compra (bid) e o preço de venda (ask) de um instrumento financeiro. Por exemplo, se o preço de compra do ouro for 1491,58 e o preço da venda for 1491,78, haveria um spread de 0,20. Para uma negociação ser lucrativa, você terá que exceder este spread.
  • Swaps: se você mantiver as negociações abertas da noite para o dia, uma taxa ou ajuste será cobrado às 23:59 no fuso horário da sua plataforma.
  • Comissões: alguns instrumentos também cobram uma comissão pelas operações de abertura e fecho de ordens. Na Admiral Markets, se você usar uma conta do tipo Zero.MT4, terá um spread menor, mas pagará uma comissão.

Portanto, para calcular os seus ganhos ao investir em commodities, deve subtrair o custo da negociação da fórmula anterior.

Como Investir em Matérias-Primas Com Mais Eficiência?

Já falámos sobre os diferentes tipos de matérias-primas e partilhamos consigo as diferentes maneiras que pode escolher para operar. No entanto, não enunciámos o que é necessário para investir em matérias-primas, reduzindo os riscos de uma forma mais eficiente.

Embora não haja garantias, existem várias coisas que você pode fazer para melhorar as suas chances de sucesso ao fazer trading de commodities. Estas incluem, por exemplo:

  1. Uma boa formação e treino
  2. Analisar o mercado
  3. Gerir o seu risco
  4. Diversificar o seu portfólio

Formação

Existe uma ampla gama de recursos disponíveis para iniciar sua jornada no trading, incluindo webinars online, seminários, cursos, artigos e muito mais.

Se ainda é iniciante no trading, pode começar a treinar através dos nossos seminários gratuitos online, eles são o melhor lugar para aprender com especialistas em trading. Irá receber um guia passo a passo sobre como usar as melhores estratégias e indicadores e receberá opiniões de especialistas sobre os últimos desenvolvimentos nos mercados ao vivo. Clique no banner abaixo para se inscrever nos seminários online!

Webinars Admiral Markets

Analisar o mercado


Para investir em commodities com uma maior probabilidade de sucesso, é importante entender os motivos pelos quais você abre essas operações. Por que é que acha que o preço de uma matéria-prima irá aumentar ou diminuir?

A maioria das análises de produtos divide-se em duas categorias: análise fundamental e análise técnica.

A análise fundamental concentra-se na análise dos fatores económicos que podem influenciar o preço das diferentes matérias-primas, em particular aquelas relacionadas à oferta e à procura, como discutimos anteriormente neste artigo. Nesta análise, deve prestar atenção a:

  • Dados macroeconómicos, como tendências do PIB, desemprego e vendas de retalho. Estes dados são pistas da força de uma economia e geralmente estão relacionados à força ou fraqueza dos preços dos produtos industriais.
  • A força do mercado final para os diferentes produtos, que irá influenciar a procura por esses mesmos produtos.
  • Nível da oferta, que pode ser avaliado em relatórios como o relatório de Feeder Cattle. Este relatório indica a oferta futura de gado que chegará ao mercado e pode oferecer pistas sobre os preços da carne.
  • Ciclos de mercado, como se os mercados estivessem num ciclo de alta ou de baixa. Isto envolve uma análise a longo prazo das tendências do mercado para fazer julgamentos sobre o que está a acontecer nos dias de hoje.
  • Políticas em mudança das grandes economias e como estas podem influenciar a procura por matérias-primas.

Como pode ver, existem muitas coisas que deve considerar! E, se você não é um profissional a tempo integral com uma equipa de analistas de investigação à sua disposição, pode ser difícil controlar como todos estes fatores afetam o clima ou a política dos governos.

É por isso que muitos traders também usam análises técnicas para ajudá-los com as suas decisões de trading. Então, como é que pode investir em matérias-primas com a análise técnica? Basta simplesmente olhar para padrões e indicadores representados num gráfico de preços de um determinado produto, para obter pistas sobre a sua direção futura.

EXEMPLO

Por exemplo, uma ferramenta que é popular entre os traders é a média móvel, pois ajuda a determinar a direção ou tendência geral de um mercado.

Basicamente, ela calcula um número definido pelo utilizador, de preços de fecho anteriores para encontrar o preço "médio" do mercado. Esta linha é traçada no gráfico para que o trader possa ver a tendência do preço médio.

negociação de matérias-primas

Fonte: Admiral Markets MT5 Supreme Edition - Gold. Gráfico diário - Intervalo de dados: 28 de Setembro de 2019 a 12 de Dezembro de 2019 - Elaborado a 12 de Dezembro de 2019. Observe que o desempenho passado não é um indicador confiável de resultados futuros.

No gráfico acima, a linha média móvel vermelha representa a média das últimas cinquenta velas. A linha verde representa a média das últimas cem velas.

Você notará que, quando as velas de preços estão acima da média móvel de cinquenta, e a mesma está acima da média móvel de cem, os preços tendem a subir.

Este é apenas um tipo de indicador gratuito entre muitos disponíveis que pode usar na plataforma Admiral Markets MT5.

Gerir os riscos

Muitos traders consideram o trading de commodities, principalmente dos CFDs, porque o acesso à alavancagem significa que eles podem negociar grandes posições com um depósito relativamente pequeno e, como resultado, aumentar os seus lucros.

No entanto, é importante lembrar que a alavancagem aumenta as perdas na mesma medida que os ganhos, o que significa que aumenta o risco deste tipo de negociação, principalmente se comparado aos investimentos tradicionais.

É por isso que a gestão de riscos é essencial. Existem várias maneiras de gerir os seus riscos, e algumas mais comuns incluem:

  • Gestão de dinheiro eficaz: não negoceie dinheiro que você não pode perder.
  • Tamanho da posição sensível: uma regra geral é que numa única negociação não deve arriscar mais do que 2% do saldo da sua conta. Por isso, se você tiver US $ 1.000 na sua conta, não quer arriscar mais de US $ 20 por negociação. Se o saldo da sua conta aumentar ou diminuir, o risco máximo por negociação será ajustado na mesmo proporção.
  • Uso de stop loss e take profit: são níveis automáticos nos quais a operação será fechada, o que significa que você não precisa fechá-la de forma manual. Um stop loss é projetado para impedir que perca mais do que o esperado: se um instrumento se mover de forma abrupta contra si, a negociação será encerrada. O take profit é o oposto: uma negociação será fechada automaticamente assim que for atingido um determinado nível de lucro.
  • Siga uma estratégia clara: muitos traders iniciantes decidem investir em commodities abrindo uma série de negociações aleatórias e esperam que uma delas funcione. Pior ainda, se perderem, poderão abrir ordens cada vez maiores, na esperança de recuperar as suas perdas com uma grande vitória. Em vez disso, deverá sempre seguir uma estratégia, uma que defina quanto irá arriscar, quando abrirá as suas posições e quando as fechará.

Diversifique seu portfólio

Você conhece a expressão "não coloque todos os seus ovos na mesma cesta"? O mesmo serve para o investimento: não coloque todos os seus fundos num ativo ou em um mercado apenas, porque, se cair, você irá perder tudo.

Em vez disso, é importante criar um portfólio que contenha uma ampla gama de ativos, incluindo as commodities. Por isso, deverá ter um portfólio que inclua:

  • Produtos metálicos como ouro e prata.
  • Produtos energéticos, como gás natural e petróleo bruto
  • Produtos agrícolas como açúcar e café.
  • Ações em diversos mercados: EUA, Europa, Ásia-Pacífico
  • Índices, que representam mercados inteiros
  • E mais!

A boa notícia é que você pode investir em todos estes mercados através de CFDs com a Admiral Markets.

Como Investir em Matérias-Primas - Conclusão

Quando se trata de ativos físicos, investir em matérias-primas pode ser uma ideia interessante para os investidores mais iniciantes. Enquanto outros mercados, como Forex, índices e até criptomoedas, podem parecer estranhos e abstratos, todos entendemos o que é um barril de petróleo, uma libra de açúcar ou uma barra de ouro.

O desafio é operá-lo de forma eficaz! Esperamos que este guia tenha sido útil para si. Se chegou até aqui, possui agora uma visão geral dos principais mercados de commodities, além do que afeta os preços das commodities. Você também conhece as diferentes maneiras de investir em matérias-primas, desde a compra de ativos físicos até à negociação de matérias-primas através de CFDs.

Uma conta de demonstração é uma boa maneira de aprender a negociar, especialmente quando se trata da mecânica de abrir e fechar operações e ver como é que os mercados funcionam. No entanto, estes tipos de contas não podem ensiná-lo sobre a psicologia da negociação ou sobre como gerir o seu dinheiro, por isso, é importante apenas dar o salto para uma conta real quando se sentir preparado para tal.

Abrir Conta Demo - Commodities Admiral Markets

Aprender Trading

Sobre a Admiral Markets

Sendo um broker regulado, fornecemos acesso a algumas das plataformas de trading mais utilizadas no mundo. Você pode negociar connosco CFDs, ações e ETFs.

Aviso: Os dados fornecidos fornecem informações adicionais sobre todas as análises, estimativas, prognósticos, previsões ou outras avaliações ou informações similares (doravante "Análise") publicadas no site da Admiral Markets. Antes de tomar qualquer decisão de investimento, preste muita atenção ao seguinte:

  1. Esta é uma comunicação de marketing. A análise é publicada por motivos informativos apenas e não é construída sob a forma de aconselhamento ou recomendação de investimento. Não foi elaborado de acordo com os requisitos legais destinados a promover a independência da pesquisa de investimento, e que não está sujeito a qualquer proibição de lidar com a disseminação da pesquisa de investimento.
  2. Qualquer decisão de investimento é tomada por cada cliente, enquanto a Admiral Markets não será responsável por qualquer perda ou dano decorrente de tal decisão, com ou sem base na Análise.
  3. Cada uma das Análises é preparada por um analista independente (Saulius Radžiūnas, Trader Profissional e Analista) com base em estimativas pessoais.
  4. Para garantir que os interesses dos clientes sejam protegidos e a objetividade da Análise não seria prejudicada, a Admiral Markets estabeleceu procedimentos internos relevantes para a prevenção e gestão de conflitos de interesse.
  5. Embora todos os esforços razoáveis sejam envidados para garantir que todas as fontes da Análise sejam fiáveis e que todas as informações sejam apresentadas, tanto quanto possível, de uma forma compreensível, oportuna, precisa e completa, a Admiral Markets não garante a exatidão ou integridade de qualquer Análise ou informações contidas na Análise. Os números apresentados referem que qualquer desempenho passado não é um indicador confiável de resultados futuros.
  6. O conteúdo da Análise não deve ser interpretado como uma promessa expressa ou implícita, garantia ou implicação por parte da Admiral Markets de que o cliente lucrará com as estratégias aqui contidas ou que as perdas em relação a elas serão limitadas.
  7. Qualquer tipo de desempenho prévio ou modelado de instrumentos financeiros indicados na publicação não deve ser interpretado como uma promessa expressa ou implícita, garantia ou implicação da Admiral Markets para qualquer desempenho futuro. O valor do instrumento financeiro pode aumentar e diminuir e a preservação do valor do ativo não é garantida.
  8. As projeções incluídas na Análise podem estar sujeitas a taxas adicionais, impostos ou outros encargos, dependendo do assunto da Publicação. A lista de preços aplicável aos serviços prestados pela Admiral Markets está disponível publicamente no site da Admiral Markets.
  9. Produtos alavancados (incluindo contratos por diferença) são de natureza especulativa e podem resultar em perdas ou lucros. Antes de começar a negociar, certifique-se de que compreende todos os riscos.

CFDs são instrumentos complexos e acarretam um elevado risco de perder dinheiro rapidamente devido à alavancagem.