Regulador : asic

O Que é um ETF? Invista Nos Melhores ETFs de 2020

Tempo de leitura: 30 minutos

Você sabia que existem fundos que cobrem um conjunto de ativos, mas que são enumerados como sendo um único instrumento, no mercado de ações? Sabe o que são ETFs no mercado de ações e como estes funcionam? Deseja aprender a investir em ETFs? Se sua resposta for sim, continue a ler o nosso artigo.

ETF Admiral Markets

Este artigo explica tudo o que precisa saber sobre o investimento em ETFs:

  • O que é um ETF de ações e porque é que os investidores o utilizam?
  • Os diferentes tipos de ETFs disponíveis no mercado:
    • ETFs de ações, CFDs de ETFs
    • De fundos
    • Índices
    • De S&P 500
    • O Índice ETF e muitos mais
  • Como identificar ETFs com o melhor desempenho
  • Onde investir em ETFs
  • Melhores ETFs para investir 2020

Invista em ETFs - O Que é um ETF?

Pois bem, o "Exchange Traded Fund" ou ETF, nada mais é do que um fundo de investimento cotado em bolsa. De forma diferente da negociação com ações ou outros ativos, o ETF pode abranger uma ampla gama de mercados nos quais os traders podem investir o seu dinheiro. Neste artigo, iremos explorar a origem dos ETFs, as suas características, vantagens e alguns riscos implícitos na sua negociação, como em qualquer outro instrumento de investimento nos mercados financeiros.

Um fundo cotado (ETF), é um grupo de valores que podem ser comprados ou vendidos através de uma bolsa de valores e que replica o movimento dos ativos subjacentes incluídos no seu portfólio.

Os ETFs podem incluir uma ampla variedade de classes de ativos, desde as ações tradicionais de uma empresa até outros instrumentos, como moedas ou commodities. Além disso, as estruturas dos ETF permitem que os investidores diversifiquem, utilizem alavancagem e evitem impostos de curto prazo sobre os seus lucros.

Invista em ETFs - Origem dos ETFs

Os ETFs começaram a ser negociados em 1993, sendo o S&P SPDR um dos primeiros ETFs. No entanto, não teve muito impacto na imprensa, pois foi considerado como qualquer outro instrumento financeiro.

O que muitos esquecem das origens dos ETFs, é que o economista Harry Markowitz, foi quem assentou os primeiros tijolos na criação dos Exchange Traded Funds.

A sua ideia era introduzir algum fundo de capital aberto relacionado ao índice mais popular: o S&P 500. Hoje, esse ETF atingiu um valor de mais de 43,3 biliões de dólares, sendo um dos mais de 170 ETFs que existem hoje, apenas nos Estados Unidos.

Em 1996, a iShares estreou os ETFs a nível global, esta continha uma ampla variedade de índices europeus, asiáticos e americanos, possuindo assim, a maior variedade de ETFs, com mais de 300 ofertas. Este lançamento causou um efeito dominó em termos de surgimento de novos instrumentos ETF que poderiam ser negociados e nos quais qualquer investidor comum poderia ter acesso.

Esse sucesso dos ETFs obrigou a indústria a lançar algo relacionado a alguma matéria-prima, foi então que chegou a vez do ouro, que em 2004 conseguiu cotar com um ETF chamado Gold SPDR (GLD). Na imagem abaixo, poderá ver o desempenho deste fundo de investimento cotado no ano passado.

ETF

Fonte: Etf.com

Podemos estar a falar de um mercado que representa cerca de US $ 3 biliões em transações, competindo assim com a liquidez oferecida pelo mercado Forex. Essencialmente, os ETFs são fundos de investimento que visam acompanhar o desempenho de um índice ou ativo específico.

Por exemplo, o ETF do SP500 avalia o desempenho do Índice S&P 500, que é um conjunto das 500 maiores empresas cotadas nos EUA.

No entanto, muitos investidores usam os ETFs para se beneficiar da diversificação, bem como para aceder a novos mercados.

Por exemplo, possivelmente já deve ter ouvido falar muito recentemente sobre o crescimento da IA (Inteligência Artificial). No entanto, talvez não saiba como encontrar a empresa certa para investir ou realizar transações comerciais, pois ainda é uma área muito nova.

Nesse caso, um investidor pode recorrer ao ETF Global X Robotics & Artificial Intelligence. De seguida, poderá ver o preço deste fundo durante cinco dias em Outubro de 2019.

ETF

Fonte: Google Finance.

Este ETF, em particular, procura investir em empresas que se podem beneficiar dos avanços tecnológicos, através do desenvolvimento nas áreas da robótica e inteligência artificial. Por isso, pode fornecer ao investidor, acesso a um mercado em forte crescimento, sem ter que escolher diretamente uma empresa mais específica.

Como Investir em ETFs?

O gráfico a seguir reflete o preço do iShares S&P 500 UCITS USD Dist CFD:

ETF

Fonte: Admiral Markets MetaTrader 5 MT5 - #IUSA Daily - intervalo de dados: de 30 de Maio de 2019 a 9 de Outubro de 2019. Gráfico elaborado a 9 de Outubro de 2019 às 16:30 CEST. Lembre-se de que o desempenho passado não é um indicador confiável de resultados futuros.

Assim como as ações negociadas em bolsa de uma empresa, um ETF pode ser negociado durante toda a duração da sessão, com um símbolo de cotação e um preço intradiário.

O preço de mercado de um ETF geralmente permanece alinhado com os títulos subjacentes que este replica. Tendo em conta que os ETFs foram criados para os investidores individuais, os investidores institucionais, mantêm ainda a liquidez e acompanham a integridade dos ETFs através da compra e venda de unidades.

Como o preço de um ETF se desvia do valor do seu ativo subjacente, a arbitragem de mercado ocorre para alinhar o preço do ETF com o valor dos ativos que estes replicam. Em regra geral, os fundos negociados em bolsa são excelentes opções de investimento. Eles podem ser comprados e vendidos em tempo real, assim como as ações, e possuem taxas de intermediação muito mais baixas. Os ETFs também estão a começar a substituir os fundos mútuos entre preferências de investimento.

Investir em ETFs - Características

Estas são algumas das principais características dos ETFs que nos ajudam a entender o que é um ETF cotado em bolsa:

  • É negociado como valor patrimonial, o que torna o seu preço visível em tempo real.
  • Pode ser vendido ou comprado a qualquer momento durante toda a sessão.
  • Ele funciona como uma fonte única que contém vários instrumentos de negociação, incluindo títulos de renda fixa.
  • Não está fechado exclusivamente para investidores corporativos ou grandes participantes nos mercados financeiros.

Investir em ETFs - Vantagens para os Retalhistas

  • Acesso a uma ampla gama de ativos financeiros através de um único instrumento.
  • Eficiência fiscal: os investidores conseguem ter um melhor controlo sobre quando pagam os impostos sobre os ganhos de capital.
  • Menos comissões: como pode não haver qualquer cobrança, as comissões da corretora serão aplicadas.
  • Prazo do contrato amplo: estes podem ser liquidados após o fecho do mercado.
  • Os investidores podem fazer uma grande variedade de pedidos diferentes (pedidos limitados, pedidos de perda limitada, pedidos de margem de compra etc.) que não estão disponíveis na negociação de fundos mútuos.
  • Menor risco graças à diversificação de ativos financeiros.
  • As comissões são muito inferiores ao padrão de investimento.
  • A flexibilidade permite que os investidores entrem no mercado através de pedidos limitados ou através da negociação pelo preço de mercado.
  • Não existe um investimento mínimo. Sendo que estes valores são determinados pelos limites estabelecidos pela corretora com o qual você trabalha.

Investir em ETFs - Desvantagens para Retalhistas

  • Liquidação: os ETFs são liquidados dois dias após a venda.
  • Iliquidez: dependendo dos ativos subjacentes, alguns fundos são menos líquidos e, por isso, são mais caros para se negociar.
  • Discrepâncias de preço: o preço dos ativos subjacentes e do fundo nem sempre estão alinhados.
  • Custos de negociação: os investidores mais pequenos ou de baixa frequência podem encontrar alternativas de investimento mais baratas.
  • ETFs são guiados pelo valor líquido dos seus ativos.
  • Um spread é implicitamente pago na compra ou venda de uma posição num ETF.
  • Podem existir custos de permanência num ETF, por isso, é aconselhável avaliar primeiro todas as despesas envolventes em ter uma posição aberta em determinado ETF.

Diferença entre ETF e Fundo de Investimento

  • Um fundo de investimento inclui as contribuições das poupanças de vários indivíduos que transferem a gestão das mesmas para profissionais. Os ETFs, no entanto, são comprados ou vendidos diretamente no mercado de ações como se fossem ações.
  • Os fundos de investimento podem ser de gestão ativa ou passiva, enquanto os ETFs são de gestão passiva.
  • Os fundos tentam superar os índices, enquanto os ETFs procuram corresponder exatamente aos retornos do índice que estes replicam.

Se tenciona aprofundar este e outros temas de trading, fique atento aos nossos Webinars online totalmente gratuitos:

Webinars Admiral Markets

Investir em ETFs - Os Riscos

Existem sempre vários riscos associados aos investimentos. No entanto, existem alguns riscos específicos quando se está a investir em ETFs que deve conhecer.

  • Risco de mercado : os ETFs são projetados para seguir um conjunto de valores, um índice, matérias-primas ou mesmo um contrato de derivados (como futuros de petróleo, por exemplo). Por isso, você conseguirá lucrar quando o mercado estiver numa boa fase, mas também irá receber um grande golpe quando o mercado cair. Como não se pode alterar a estrutura do ETF, quando estiver a operar, você não terá escolha, se ser acompanhar o desempenho do que o ETF está a fazer, seja ele bom ou mau.
  • Muita escolha: à medida que os ETFs continuam a crescer, o mesmo acontece com a escolha de onde deve investir. Por exemplo, investir num ETF de biotecnologia pode parecer simples. No entanto, a diferença entre o ETF biotecnológica com melhor desempenho e o ETF biotecnológica com pior desempenho chegou a ser superior a 18% em alguns anos. Isto ocorre porque, um ETF possui uma empresa que procura a cura para o cancro e o outro ETF possui empresas que fornecem as ferramentas necessárias para o setor das ciências biológicas.

Os ETFs de índice, como o índice S&P 500, são as formas mais comuns de investir em ETFs. Isto ocorre porque eles fornecem uma maior liquidez e provavelmente será este o melhor lugar para começar quando pensa em investir pela primeira vez.

Investir em ETFs - O Que é um ETF Alavancado?

Segundo a Investopedia, a definição básica de "ETF alavancado", consiste num fundo que utiliza derivados financeiros e dívida para amplificar os retornos de um índice subjacente.

Estes fundos visam manter uma quantidade constante de alavancagem durante todo o período de investimento, numa proporção de 2: 1 ou 3: 1.

Os ETFs alavancados usam derivados financeiros e instrumentos de dívida para amplificar constantemente os retornos de um índice subjacente.

Devido à sua natureza matemática destes fundos, o desempenho a longo prazo não coincide necessariamente com o índice que o acompanha, especialmente naqueles que são projetados para agir de forma inversa ao índice de ações.

Como noutros instrumentos financeiros, a gestão adequada de riscos é essencial. É importante estabelecer um nível de perdas que não exceda 5-10% do capital.

Investir em ETFs - Tipos

Há uma grande variedade de ETFs de fundos e ETFs de ações que você pode negociar, como por exemplo:

  • ETFs específicos de cada país: você pode aceder às bolsas de valores de todo o mundo que, de outra forma, seria bastante difícil de ter acesso. Por exemplo, se você acha que o mercado de ações de Taiwan vai subir, poderá negociar o ETF iShares MSCI Taiwan.
  • ETFs específicos de cada setor: Se acredita que o setor imobiliário do Reino Unido pode ter dificuldades, você pode operar o ETF iShares UK Property UCITS. E como é um CFD , poderá operar em short e long.
  • ETFs específicos de commodities: por meio de CFDs em ETFs, como o SPDR S&P Metals & Mining ETF, você pode obter uma exposição no mercado global de metal e minério, em vez de tentar encontrar o metal certo para negociar ou a empresa de minérios adequada para investir.
  • ETFs específicos de índices: Como já referimos anteriormente, você pode operar através de um ETF no índice S&P 500 por meio do ETF Vanguard S&P 500.

Existem muitos outros tipos de ETFs para escolher, incluindo títulos, moedas, novos mercados em crescimento, como biotecnologia, inteligência artificial etc.

No entanto, existe uma área que sempre fascinou os investidores, e o objetivo dos mesmos é encontrar as melhores ações e ETFs de tecnologia para negociar. Porque afinal, estamos a usar a tecnologia nas nossas vidas diariamente, e está área está sempre a inovar. Então, vejamos o setor de ETF sobre tecnologia com um pouco mais de detalhe:

Investir nos Melhores ETFs em 2020

Melhores ETFs - Setor da Tecnologia

Dentro da capitalização de mercado de mais de 20 biliões de dólares, no Índice S&P 500, mais de 20% deste valor é destinado a ações de tecnologia. Isto torna-o no maior grupo dentro dos índices em geral.

Tradicionalmente, os investidores aderem aos índices mais amplos do mercado, como o S&P 500.

No entanto, dado que os mercados estão em constante mudança e novos produtos estão disponíveis para os investidores e para os traders, estes podem tirar proveito dos movimentos dentro destes nichos de mercado. Vamos analisar com mais detalhe alguns exemplos:

  • Se você investisse US $ 10.000 no Índice Vanguard 500 (que acompanha o S&P 500) a 28 de Fevereiro de 1997, 20 anos depois, o valor do seu investimento teria aumentado para US $ 42.650. O gráfico a seguir mostra o preço desse ETF nos últimos meses.

ETF

Fonte: Admiral Markets MetaTrader 5 MT5 - #VOO Diário - intervalo de dados: de 30 de Maio de 2019 a 9 de Outubro de 2019. Gráfico elaborado a 9 de Outubro de 2019 às 16:30 CEST. Lembre-se de que o desempenho passado não é um indicador confiável de resultados futuros.

  • Se você investisse US $ 10.000 na Apple a 31 de Dezembro de 1980, quase 30 anos depois, a Fevereiro de 2017, teria uma quantia de US $ 2.709.248 depois de obter um retorno anual de 16,75%. Se você fizesse um investimento de US $ 1.000 em Maio de 1997, a Setembro de 2018, ele teria aumentado para cerca de US $ 1.362.000

Se deseja investir em ETFs na área da tecnologia, poderá encontrar com facilidade uma grande variedade, como por exemplo, o ETF Technology Select SPDR Fund (#XLK). Este ETF contém 75 ações, incluindo os pesos pesados desta indústria, como a Apple, a Microsoft ou o Facebook.

ETF Gráfico

Fonte: Admiral Markets MetaTrader 5 MT5 - #XLK, semanal - intervalo de dados: de 22 de Dezembro de 2013 a 9 de Outubro de 2019. O gráfico foi elaborado a 9 de Outubro de 2019 às 16:49 CEST. Lembre-se de que o desempenho passado não é um indicador confiável de resultados futuros.

Este ETF sobre tecnologia foi negociado em grande parte de 2015 e metade de 2016. A cotação na faixa significa que o movimento dos preços está contido entre dois níveis. Nem os compradores nem os vendedores assumem o controlo.

Como sabemos disso? Através do uso de indicadores de negociação.

As duas linhas que aparecem no gráfico acima são indicadores de média móvel. Elas ajudam a determinar se o mercado está em tendência ou não. Basicamente, estas linhas calculam uma quantidade definida pelo utilizador, dos preços de fecho anteriores e, em seguida, encontram o preço "médio".

Em seguida, elas são representadas no gráfico, como o apresentado acima. A linha vermelha é a média móvel simples de 20 períodos e a linha verde é a média móvel simples de 50 períodos. Em resumo, estas linhas traçaram o preço médio nas últimas vinte e cinquenta velas.

No entanto, o que é mais interessante para os traders é que, durante o período de tendência, quando as médias móveis estão a subir suavemente, isto indica uma forte tendência de que está a aumentar.

Este é apenas um tipo de indicador de negociação, entre muitos outros, disponível na plataforma de negociação MetaTrader 5.

ETF Gráfico

Fonte: Admiral Markets MetaTrader 5 MT5 - #SOXX, semanal - intervalo de dados: de 13 de Novembro de 2016 a 9 de Outubro de 2019 - acedido a 9 de Outubro de 2019 às 16h45 CEST. Lembre-se de que o desempenho passado não é um indicador confiável de resultados futuros.

Enquanto o ETF de tecnologia que vimos acima cobriu uma ampla gama de ações tecnológicas, este ETF é muito mais específico.

Como sugere no título a palavra "semicondutor", este ETF concentra-se nos fabricantes de semicondutores para dispositivos eletrónicos.

Este ETF contém algumas das maiores empresas de hardware do setor, como a Nvidia Corp e Intel Corp, entre outras. Através do uso de níveis de suporte e resistência, os traders podem ver que este ETF em particular formou um triângulo entre 2017 e meados de 2018.

Este é um padrão de consolidação que sugere que nem os compradores nem os vendedores desejam controlar este mercado e que uma ruptura no preço pode ser iminente. Neste caso em particular, o mercado rompeu os níveis mais baixos no final de 2018.

Melhores ETFs - Ouro e Prata

Ativos defensivos, como o ouro e a prata, podem ser um bom investimento para ambientes com uma inflação muito alta. Alguns ETFs são apoiados por explorações físicas de ouro, das quais muitas delas são listadas globalmente.

A melhor opção para os traders profissionais é o SPDR Gold Shares (GLD), devido à sua forte liquidez e aos menores custos de transação associados aos spreads. Quanto aos investidores de longo prazo, o iShares Gold Trust (IAU) é um bom investimento porque sua taxa de custos anual é de 15 pontos abaixo do GLD.

Melhores ETFs - Mercado Imobiliário

Os investidores imobiliários também podem obter benefícios através da negociação de ETFs que incluem o chamado REIT nos EUA (Real Estate Investment Trusts), instrumentos financeiros que chegaram a Espanha na forma de Socimis (empresas de investimento cotadas publicamente no mercado imobiliário). Embora tenham diferenças notáveis, especialmente no que toca à regulamentação, ambas nasceram do mesmo conceito.

Um REIT é uma entidade que desenvolve ou gere imóveis para gerar lucro. Existem muitos tipos de REIT, incluindo residencial, comercial, industrial ou hipotecário.

A lei exige que os REITs reembolsem pelo menos 90% do seu lucro tributável a cada ano aos acionistas através do pagamento de dividendos. Os REITs são regulamentados nos EUA pela Securities and Exchange Commission, enquanto que no caso de Espanha, os Socimis são regulamentados pela National Securities Market Commission (CNMV). Os investidores podem comprar ações de fundos mútuos ou de capital aberto que possuam um ou mais REITs nas suas carteiras:

  • Vanguard Large-Cap ETF CFD (VM)
  • SPDR Dow Jones International Real Estate ETF CFD (RWX)
  • iShares US Real Estate ETF CFD (IYR)
  • Schwab US REIT ETF CFD (SCHH)

Melhores ETFs - Vanguard

O segundo melhor ETF dos EUA, o Vanguard, tinha US $ 869,6 biliões em ativos sob a sua gestão em 11 de Abril de 2018.

O fundo ETF da Vanguard FTSE Developed Markets (VEA) foi um dos mais importantes. O VEA teve um rendimento anual de 5,1% nos últimos 10 anos e entre Janeiro e Setembro de 2019, valorizou cerca 13,1%, de acordo com a Investopedia.

Possui quase 4.000 ações, com uma capitalização média de mercado de US $ 28,5 bilhões. A suas empresas mais representativas são a Royal Dutch Shell, Nestlé, Samsung Electronics, Novartis e Roche Holding.

Melhores ETFs - Índices

Embora muitos investidores estejam felizes com o desempenho que o índice S&P 500 acumulou entre Janeiro e Setembro de 2019, acima de 10%, alguns preferem diversificar o seu portfólio para encontrar outros mercados que possam aumentar o seu rendimento geral.

Alguns investidores também podem querer investir em algo em que tenham mais conhecimento, como ações da área da tecnologia. O índice Nasdaq 100, que inclui as 100 principais ações tecnológicas, valorizou cerca de 20% nos primeiros nove meses de 2019.

É por isto que cada vez mais investidores estão a aprender como se deve investir em ETFs, e os mesmos procuram ETFs com o melhor desempenho. Afinal, encontrar um ETF de Nasdaq adequado pode fazer uma grande diferença.

Então, como é que poderia investir neste índice em particular?

Existem muitos ETFs que acompanham o desempenho do índice Nasdaq 100. Por exemplo, existe o ETF First Trust NASDAQ-100 Technology Index Fund (QTEC). Este ETF oferece ao investidor o acesso a uma gama ampla de ações tecnológicas, como o Facebook, a Apple, a Amazon, a Netflix e a Google, na forma de ETF. No entanto, existem outras áreas e setores que os profissionais podem e devem considerar.

Esperamos esclarecer todas as suas dúvidas sobre o que é um ETF financeiro e, em seguida, iremos dar-lhe a conhecer algumas das vantagens em negociar com ETFs.

Melhores ETFs - Growth ETF ou de Crescimento

Se considera que os Growth ETF ou de crescimento possuem características de crescimento, vendas em rápido crescimento e altos rácios de custo / benefício.

  • Vanguard Growth ETF CFD (VUG)
  • Tecnologia Select Sector SPDR Fund ETF CFD (XLK)
  • Fundo de SPDR ETF CFD (XLY)
  • iShares Nasdaq Biotechnology ETF CFD (IBB)

Melhores ETFs - Dividendos

Os investidores que procuram uma rentabilidade através de dividendos, têm uma grande variedade de ETFs que podem escolher. No entanto, embora o histórico do pagamento de dividendos de uma empresa possa ser informativo, este não se deve analisar de forma isolada.

O índice de ganhos / dividendos da empresa nos últimos anos não fornece necessariamente uma indicação sólida do que acontecerá no próximo ano.

Dito isto, os investidores devem prestar atenção a estes ETFs:

  • iShares US Real Estate ETF CFD (IYR)
  • PowerShares Preferred Portfolio ETF CFD (PGX)
  • Schwab US Dividend Equity ETF CFD (SCHD)
  • SPDR S&P Dividend ETF CFD (SDYUS)

Melhores ETFs - Inteligência Artificial

A inteligência artificial é um campo da ciência informática, que consiste na criação de máquinas inteligentes que podem funcionar e tomar decisões como os seres humanos. Os ETFs relacionadas à inteligência artificial podem beneficiar-se do potencial de desenvolvimento desse mesmo setor, em particular de diversos aspectos da robótica industrial ou não industrial, automação, redes sociais, veículos autónomos e processamento de linguagem natural.

São fundos que têm pelo menos 25% de exposição do portfólio a empresas que gastam muito em pesquisas de inteligência artificial (AI), como a Tesla, a Amazon ou a Alphabet.

Estes fundos investem especificamente nas empresas que desenvolvem inteligência artificial, melhorias tecnológicas e desenvolvimento de novos serviços e produtos. A AI é usada para selecionar valores individuais para inclusão no fundo. Alguns exemplos incluem:

  • PowerShares QQQ ETF CFD (QQQ)
  • Tecnologia Select Sector SPDR Fund ETF CFD (XLK)

Melhores ETFs - Grandes Potenciais

Esta é a lista de outros ETFs de diferentes setores, como o financeiro, da saúde, da energia, aeroespacial e defesa, que têm grande potencial de crescimento.

  • iShares USA Aeroespacial e de defesa ETF CFD (ITA)
  • iShares US Home Construction ETF CFD (ITB)
  • iShares Global Energy ETF CFD (IXC)
  • SPDR S&P Bank ETF CFD (KBE)
  • VanEck Vectors Oil Services ETF CFD (OIH)
  • SPDR S&P Biotech ETF CFD (XBI)
  • Vanguard FTSE Emerging Markets ETF CFD (VWO)
  • SPDR ETF CFD Fundo de Seleção do Setor Financeiro (XLF)
  • Schwab USA ETF CFD de alta capitalização (SCHV)

Investir em ETFs ou Bancos Tradicionais

Quando você pretende investir para o futuro, pode ser útil analisar os possíveis retornos nos diferentes cenários de investimento.

Neste caso, veremos como pode investir numa conta poupança em vez de investir no mercado de ações.

  • Taxa de juros do banco com um investimento oportuno: imagine que você investe 1 000 EUR numa conta poupança simples, que paga uma taxa de juros anual de 3%. Se você deixasse o dinheiro no banco por 40 anos, quanto você teria? Bem, o seu investimento teria aumentado para 3.262,04 euros (a vida não mudaria para a maioria das pessoas).

ETF Exemplo

Fonte: The Calculator Site: Um investimento de 1 000 EUR, com juros de 3% ao ano, durante 40 anos. Lembre-se de que o desempenho passado não é um indicador confiável de resultados futuros.

  • Vamos ver se podemos tentar aumentar o desempenho geral no segundo cenário. Taxa de juros bancários com investimentos regulares: agora, imagine que você também conseguiu economizar mais 100 euros por mês. Com os mesmos 1 000 euros iniciais e a mesma taxa de juros de 3%, em 40 anos a mesma conta bancária teria agora 95 207, 23 euros.

Agora este gráfico de saldo da sua conta está a começar a ficar um pouco melhor! Mas podemos ir mais longe?

ETF Example

Fonte: The Calculator Site: Um investimento inicial de 1000 EUR com 100 EUR economizados por mês, com juros de 3% ao ano por 40 anos. Lembre-se de que o desempenho passado não é um indicador confiável de resultados futuros.

  • Retornos do mercado de ações com investimentos regulares: já sabemos que o investimento regular triunfa sobre investimentos singulares, como foi demonstrado pelos retornos dos cenários 1 e 2.
  • Agora, digamos que voltemos ao mercado de ações para tentar aumentar a percentagem do lucro anual. O índice S&P 500, que registra as 500 maiores empresas cotadas na Bolsa de Nova York, alcançou um rendimento de aproximadamente 10% ao ano entre 1928 e 2017.
  • Um investimento inicial de 1 000 EUR, com investimentos mensais regulares de 100 EUR, a uma taxa de juros de 10%, em 40 anos você teria 604 720,00 EUR!

ETF Example

Fonte: The Calculator Site: Cenário 2, com um rendimento anual no mercado de ações de 10% ao ano. Lembre-se de que o desempenho passado não é um indicador confiável de resultados futuros.

Obviamente, este é apenas um exemplo hipotético, e os retornos iriam variar, pois o desempenho passado não é indicativo do desempenho futuro. No entanto, é bem claro porque é que os investidores bilionários, como o Warren Buffett, investem no mercado de ações.

CFDs vs ETFs

Os contratos por diferença (CFD) e fundos negociados em bolsa (ETF) são duas das opções de trading preferidas para quem pretende investir nos mercados.

O que são CFDs e ETFs?

Um contrato por diferença ou CFD, é um produto alavancado de alto risco, enquanto o fundo cotado em bolsa e que geralmente replica um índice subjacente e é considerado de baixo risco.

Como funciona um ETF? Um fundo cotado em bolsa é uma maneira eficiente e de baixo risco de obter acesso a vários mercados específicos.

Por exemplo, os ETFs de renda variável australiana ou de renda fixa australiana rastreiam os índices, oferecendo benefícios instantâneos de diversificação num portfólio de ativos subjacentes.

Os ativos subjacentes são mantidos em custódia externa em nome do investidor. Isto minimiza o risco de contraparte do emissor do ETF.

Os ETFs são considerados investimentos de baixo custo, uma vez que apenas uma pequena taxa anual de gestão é paga.

Investir em ETFs - Trading Ativo vs Investimento Passivo

O CFD é um contrato entre o trader e a corretora, que pode ser comprado ou vendido a um preço inicial com base num determinado ativo subjacente, na esperança de alcançar o lucro se o mercado se mover a nosso favor.

Os CFDs, por outro lado, oferecem a grande vantagem de poder vender a descoberto um grupo de ativos ou um mercado. Os ETFs, por sua vez, são geralmente um veículo de investimento usado para manter os nossos fundos.

Os CFDs, sendo instrumentos financeiros de alto risco, são operados em prazos mais curtos. Ou seja, este instrumento é ideal para estratégias de curto prazo.

Você também pode usar um CFD para cobrir uma exposição em ETFs, mas, o contrário, não é possível.

Uma desvantagem dos ETFs é que estes podem estar expostos a determinados setores ou a todo o mercado de ações, mas, em geral, não há seleção de especialistas no portfólio de ativos subjacente da ETF.

Nesse caso, os ETFs de ações podem ser atraentes para um investidor, pois quando um setor em particular está "quente", é comum que todas as ações relacionadas ao mesmo, sejam afetadas.

Uma das maiores diferenças entre CFDs e ETFs, é que os primeiros são geralmente usados mais para especulação, enquanto os segundos são geralmente usados para investimentos de longo prazo. Sendo produtos alavancados, os CDFs são negociados dia a dia.

Os CFDs são um produto derivado, portanto permitem uma alavancagem considerável. Isto significa que podem ser alcançados retornos mais altos, do que os retornos que poderiam ser alcançados com o mesmo capital investido noutros instrumentos financeiros.

No entanto, deve-se ter em mente que os CFDs são instrumentos complexos e envolvem um alto risco de perda de capital, pois, da mesma forma que a alavancagem permite a multiplicação de lucros, também aumenta as perdas caso o mercado vá contra a nossa posição

  • Investimento ativo:

Se preferir operar com margem e não precisar de investir todo o valor da posição, poderá fazê-lo através dos CFDs. Obviamente, operar com margem pode aumentar os lucros, mas também as perdas.

  • Investimento passivo:

Como alternativa à negociação de CFDs, os ETFs são melhores para quem procura um investimento passivo, com uma estratégia de compra e manutenção. Por exemplo, se o ASX 200 aumentar ou diminuir em 15%, o ETF que segue o ASX 200 também aumentará.

Os ETFs podem ser negociados no mercado de ações, o que significa que podem ser tratados como se fossem ações de uma empresa cotada.

No entanto, a negociação de CFD é uma excelente maneira de aceder a uma ampla gama de diferentes mercados em todo o mundo, usando para isso uma conta através de um corretora.

  • ETF inverso

Existe um tipo de ETF, chamado inverso, que faz uma correlação inversa em relação aos índices que estes replicam. Os ETFs que se comportam inversamente aos índices ganharão valor quando o índice cair em valor e vice-versa. Os ETFs também estão disponíveis de uma maneira que pode multiplicar a diferença. Por exemplo, um ETF pode subir duas vezes mais que o índice. É isso que muitos investidores e traders realmente procuram. Se você quiser experimentar a negociação de CFD ou ETF, verifique se possui um plano de negociação de longo prazo e entenda todos os riscos que estes produtos financeiros acarretam antes de fazer um investimento.

Investir em ETFs - Warren Buffett e o índice S&P 500

Warren Buffett, apelidado de "Oracle of Omaha" é um dos melhores investidores de todos os tempos. Na reunião de acionistas da sua empresa em 2004, a Berkshire Hathaway, um investidor perguntou ao bilionário se ele devia comprar ações da Berkshire Hathaway, investir num índice ETF ou contratar um gerente para fazê-lo.

Isto foi parte da resposta de Buffett: "Simplesmente escolha um índice amplo como o S&P 500. Não coloque todo o seu dinheiro de uma só vez e faça isto por um período de tempo. Vanguard. Confiável e de baixo custo".

O que quer dizer com Vanguard e S&P 500? Refere-se ao ETF que já citamos neste artigo chamado 'Vanguard S&P 500 ETF'.

Investir em ETFs - Conclusão

O investimento em ETFs permite uma maior diversificação em diferentes setores e mercados. Por exemplo, você poderá encontrar os melhores ETFs de tecnologia ou especializar-se mais e encontrar um ETF de segurança cibernética focado em hardware.

Se você se está a perguntar como investir em ETFs, a nossa conta Trade.MT5 permite negociar ações e ETFs de quinze das maiores bolsas de valores do mundo. Usando a plataforma MT5, os traders podem aceder gráficos e indicadores que são usados para a análise técnica de diferentes tipos de ETFs.

Abrir Conta de Negociação com a Admiral Markets

Aprender Trading

Sobre a Admiral Markets

Sendo um broker regulado, fornecemos acesso a algumas das plataformas de trading mais utilizadas no mundo. Você pode negociar connosco CFDs, ações e ETFs.

Aviso: Os dados fornecidos fornecem informações adicionais sobre todas as análises, estimativas, prognósticos, previsões ou outras avaliações ou informações similares (doravante "Análise") publicadas no site da Admiral Markets. Antes de tomar qualquer decisão de investimento, preste muita atenção ao seguinte:

  1. Esta é uma comunicação de marketing. A análise é publicada por motivos informativos apenas e não é construída sob a forma de aconselhamento ou recomendação de investimento. Não foi elaborado de acordo com os requisitos legais destinados a promover a independência da pesquisa de investimento, e que não está sujeito a qualquer proibição de lidar com a disseminação da pesquisa de investimento.
  2. Qualquer decisão de investimento é tomada por cada cliente, enquanto a Admiral Markets não será responsável por qualquer perda ou dano decorrente de tal decisão, com ou sem base na Análise.
  3. Cada uma das Análises é preparada por um analista independente (Saulius Radžiūnas, Trader Profissional e Analista) com base em estimativas pessoais.
  4. Para garantir que os interesses dos clientes sejam protegidos e a objetividade da Análise não seria prejudicada, a Admiral Markets estabeleceu procedimentos internos relevantes para a prevenção e gestão de conflitos de interesse.
  5. Embora todos os esforços razoáveis sejam envidados para garantir que todas as fontes da Análise sejam fiáveis e que todas as informações sejam apresentadas, tanto quanto possível, de uma forma compreensível, oportuna, precisa e completa, a Admiral Markets não garante a exatidão ou integridade de qualquer Análise ou informações contidas na Análise. Os números apresentados referem que qualquer desempenho passado não é um indicador confiável de resultados futuros.
  6. O conteúdo da Análise não deve ser interpretado como uma promessa expressa ou implícita, garantia ou implicação por parte da Admiral Markets de que o cliente lucrará com as estratégias aqui contidas ou que as perdas em relação a elas serão limitadas.
  7. Qualquer tipo de desempenho prévio ou modelado de instrumentos financeiros indicados na publicação não deve ser interpretado como uma promessa expressa ou implícita, garantia ou implicação da Admiral Markets para qualquer desempenho futuro. O valor do instrumento financeiro pode aumentar e diminuir e a preservação do valor do ativo não é garantida.
  8. As projeções incluídas na Análise podem estar sujeitas a taxas adicionais, impostos ou outros encargos, dependendo do assunto da Publicação. A lista de preços aplicável aos serviços prestados pela Admiral Markets está disponível publicamente no site da Admiral Markets.
  9. Produtos alavancados (incluindo contratos por diferença) são de natureza especulativa e podem resultar em perdas ou lucros. Antes de começar a negociar, certifique-se de que compreende todos os riscos.



CFDs são instrumentos complexos e acarretam um elevado risco de perder dinheiro rapidamente devido à alavancagem.