O que é Volatilidade? | Significado

Roberto Rivero
10 Min leitura

Volatilidade é um termo com o qual todos os traders já se depararam em algum momento. Mas o que é volatilidade? E quais são as suas implicações no trading? Neste artigo, analisaremos a resposta a estas perguntas, explicaremos os diferentes tipos de volatilidade, apresentaremos alguns métodos de medição e muito mais!

O que é volatilidade?

Então, o que é volatilidade? A volatilidade é uma forma de medir a variabilidade dos preços. Mais especificamente, é a medida da distribuição de preços de um ativo em torno da média ao longo de um período de tempo. Por outras palavras, mede até que ponto o preço de um ativo se move para ambos os lados do preço médio.

Um ativo com alta volatilidade terá preços que se afastam amplamente da média, enquanto os preços de um ativo com menor volatilidade estarão mais próximos da média.

Ativos com alta volatilidade são considerados mais arriscados. No entanto, a presença de uma certa quantidade de volatilidade pode ser um fator bem-vindo para os traders que tentam lucrar com as oscilações em ambas as direções do preço.

Volatilidade Histórica vs Volatilidade Implícita

Agora temos uma resposta para a pergunta 'o que é volatilidade', vamos observar a diferença entre volatilidade histórica e volatilidade implícita.

A volatilidade histórica, às vezes chamada de volatilidade estatística ou realizada, como o nome indica, olha para trás para medir a dispersão de preços num determinado período de tempo.

A volatilidade implícita, por outro lado, analisa a probabilidade de mudanças futuras no preço de um ativo, que pode ser usada para estimar a volatilidade futura.

Existem muitas medidas e indicadores que são usados ​​para deduzir o valor da volatilidade histórica ou implícita. Nas seções a seguir, veremos alguns dos métodos mais conhecidos de medir a volatilidade.

Medir a Volatilidade

Indicador de Volatilidade de Desvio Padrão

Quando se trata de volatilidade histórica do mercado, o desvio padrão é um dos métodos mais comuns de medição. Para quem não estudou estatística, o cálculo do desvio padrão, que é a raiz quadrada da variância, pode ser um desafio.

Felizmente, com os avanços da tecnologia, os traders não precisam se preocupar em calcular o desvio padrão de um ativo. Com o MetaTrader 5, o indicador de volatilidade de desvio padrão vem como parte do pacote básico e pode ser facilmente adicionado ao seu gráfico de preços.

Fonte: Admirals MetaTrader 5 - Indicador Desvio Padrão

Como visto na imagem acima, este pode ser adicionado a qualquer gráfico de preços clicando no menu suspenso 'Indicador' na parte superior da tela na sua plataforma de trading MetaTrader 5.

Fonte: Admirals MetaTrader 5 - GBPJPY Gráfico Diário; Intervalo: 18 agosto 2020 - 11 outubro 2021. Registo: 11 outubro 2021. Note que o desempenho anterior não é um indicador confiável de resultados futuros.

Se os preços forem selecionados aleatoriamente de uma curva de distribuição normal, cerca de 99,7% de todos os valores cairão dentro de 3 desvios padrão da média, 95% dentro de 2 desvios padrão e 68% dentro de 1 desvio padrão.

Muitos traders optam por usar um indicador de volatilidade de desvio padrão, pois os preços da maioria dos ativos tendem a seguir uma distribuição normal.

O importante a lembrar é que um ativo com alto desvio padrão terá uma alta volatilidade histórica do mercado.

Olhando para o nosso gráfico GBPJPY acima, podemos ver que houve uma ocasião no período de tempo escolhido em que a volatilidade foi significativamente maior que o normal.

Opere com o MetaTrader 5

Os traders que escolhem a Admirals têm acesso à plataforma de trading dos principais ativos do mundo, totalmente gratuita! O MetaTrader 5 permite que os traders tenham acesso a gráficos de preços com uma variedade de indicadores técnicos, dados e análises de mercado gratuitos em tempo real e muito mais! Clique no banner abaixo para iniciar seu download hoje mesmo:

A principal plataforma multi-ativos do mundo

O modelo Black Scholes

O modelo Black Scholes é um modelo matemático usado para precificar contratos de opções. As variáveis ​​envolvidas são as seguintes:

  • Preço atual do ativo subjacente
  • O strike price
  • Tempo até o vencimento da opção
  • A taxa de juro livre de risco
  • Volatilidade do ativo subjacente

Como pode verificar, uma das variáveis ​​utilizadas no cálculo do preço das opções é a volatilidade. Como em qualquer equação, se todas as outras variáveis ​​forem conhecidas, a equação de Black & Scholes pode ser reorganizada para calcular a volatilidade de um ativo.

O valor resultante é normalmente chamado de "volatilidade implícita", pois é a volatilidade implícita na equação e nas variáveis ​​atuais do mercado.

Existem, no entanto, várias desvantagens em usar este modelo. O modelo assume que a volatilidade do ativo é constante, quando na realidade a volatilidade flutua constantemente junto com a oferta e a procura.

O modelo também é limitado quanto ao uso de opções de estilo europeu e não a opções de estilo americano. As opções europeias só podem ser exercidas no último dia, enquanto as opções americanas podem ser exercidas a qualquer momento entre o início e o término do contrato.

Índice de Volatilidade CBOE

O CBOE Volatility Index (VIX), às vezes chamado de índice de medo, é uma medida de volatilidade antecipada no mercado de ações. Os seus números são derivados das opções do índice S&P 500.

O cálculo para o VIX é muito complexo para dissecar neste artigo, no entanto, os mais dotados matematicamente podem estar interessados ​​em ler o 'White Paper' do CBOE VIX - que inclui em detalhe, passo a passo, o cálculo usado.

Abaixo está uma tabela que mostra o valor médio do fecho mensal do VIX para os primeiros nove meses de 2021 contra os mesmos meses de 2020.

Valores médios de fecho mensal do VIX 2020 vs 2021
Mês VIX - 2020 VIX - 2021
Janeiro 13,95 24,91
Fevereiro 19,63 23,14
Março 57,74 18,79
Abril 41,45 17,42
Maio 30,90 19,76
Junho 31,12 16,96
Julho 26,84 17,60
Agosto 22,89 17,48
Setembro 27,65 19,82

Fonte: Média Mensal dos Preços de Fecho Diários do Índice de Volatilidade CBOE (VIX).

Um valor do índice abaixo de 12 indica baixa volatilidade no mercado, enquanto acima de 20 demonstra um alto nível de volatilidade. Qualquer valor entre 12 e 20 é considerado normal.

Talvez sem surpresa, dada a pandemia de coronavirus, podemos ver que o VIX foi significativamente maior que o intervalo normal em muitos dos meses de 2020. Em 2021, com exceção de janeiro e fevereiro, o VIX está mais baixo e passou a maior parte do tempo dentro da normalidade.

O que causa a volatilidade?

Existem muitas causas diferentes de volatilidade nos mercados financeiros e, às vezes, a explicação para isso não é clara.

O denominador comum são as pessoas e como elas reagem a diferentes notícias, eventos económicos e acontecimentos gerais nos mercados financeiros. Sempre que houver incerteza, deve esperar que os mercados tornem-se mais voláteis.

Tendo isto em mente, existem certos acontecimentos em que pode prever que haverá maior volatilidade do que o normal e, dependendo do seu estilo de trading, poderá optar por operar ou não operar no mercado durante esses períodos.

Por exemplo, no período que antecede e imediatamente após anúncios económicos importantes, os mercados tendem a tornar-se mais voláteis. Portanto, é importante acompanhar quando estes anúncios são feitos. Isto é algo que pode facilmente incorporar no seu trading com o nosso calendário económico.

O que a volatilidade significa para traders e investidores?

Mencionámos acima que a existência de alta volatilidade de mercado geralmente está associada a um maior nível de risco. No entanto, traders e investidores terão opiniões diferentes sobre a volatilidade, dependendo do tipo de trader que são e do seu apetite pelo risco.

Por exemplo, um investidor mais tradicional que planeia comprar ações de uma empresa para manter por um longo período de tempo provavelmente procurará evitar qualquer coisa com alto nível de volatilidade.

Este tipo de investidor desejará encontrar um título que possa comprar e depois deixar valorizar gradualmente sem verificar constantemente os mercados. Portanto, a presença de volatilidade e o seu risco associado serão desanimadores.

Por outro lado, muitos traders de curto prazo, como os Scalpers, prosperam com alta volatilidade, o que pode realmente ser uma parte necessária das suas estratégias de trading. Estes tipos de traders tentam lucrar com a alta e a queda dos preços de um instrumento financeiro.

Para estes tipos de traders, aceitar o risco mais alto vale as oportunidades potenciais de lucro que a volatilidade traz. No entanto, ao contrário do nosso investidor de longo prazo, as operações nessas condições exige que um trader esteja mais presente no seu terminal de trading.

Conclusão

Agora terá uma resposta para a pergunta 'o que é volatilidade', entender os diferentes tipos de volatilidade que existem, o efeito que esta tem nos traders e algumas das maneiras pelas quais ela pode ser medida.

É importante que os traders que optam por entrar no mercado durante períodos de alta volatilidade exerçam uma sólida gestão de risco, como sempre lembrando-se de definir um take profit e um stop loss.

Opere com a Admirals

Se está a sentir-se inspirado para começar a operar, ficará interessado em saber que com a Admirals pode negociar Forex e CFDs em mais de 40 moedas! Como cliente Admirals, também terá acesso às últimas atualizações do mercado e análises técnicas totalmente gratuitas! Clique no banner abaixo para abrir uma conta ainda hoje!

Negociar Forex & CFDs

Obtenha acesso a mais de 40 CFDs de pares cambiais, 24/5

Sobre a Admirals

Somos uma corretora com presença global autorizada e regulamentada por reguladores financeiros, como a Comissão de Valores Mobiliários do Chipre (CySEC), a Comissão de Valores Mobiliários da Jordânia (JSC) e a Comissão Australiana de Valores Mobiliários e Investimentos (ASIC). Fornecemos acesso a plataformas de negociação. A Admirals oferece a oportunidade de negociar Contratos por Diferença (CFDs) em ações, Forex, índices, commodities, bem como fundos negociados em bolsa (ETFs) e ações.

Bom Trading!

Este material não contém e não deve ser interpretado como contendo conselhos de investimento, recomendações de investimento, oferta ou solicitação de quaisquer transações em instrumentos financeiros. Observe que essa análise de negociação não é um indicador confiável para qualquer desempenho atual ou futuro, pois as circunstâncias podem mudar ao longo do tempo. Antes de tomar qualquer decisão de investimento, deve procurar aconselhamento de consultores financeiros independentes para garantir que compreende os riscos.

TOP ARTIGOS
Commodities | Como investir em Petróleo?
Sabia que o Petróleo é uma das commodities mais negociadas pelos profissionais de trading? São muitos os investidores que seguem a evolução do preço do petróleo no mercado de ações, isto acontece simplesmente porque o CFD WTI e do Brent fornecem os movimentos direcionais que são muito apreciados pel...
S&P 500 Trading - Índice S&P 500 Como Investir?
Preparado para saber mais sobre o Índice S&P 500? Então este artigo é para si!Neste artigo iremos abordar vários aspetos importantes que deve conhecer antes de fazer Day Trading S&P 500. Vamos começar! Painel de Conteúdos Indice S&P 500 Como Investir - O Que é o Índice S&P 500?...
O que é o Mercado Financeiro?
O ano de 2020 foi um ano histórico para os mercados financeiros; o Brexit, as eleições presidenciais dos EUA e o surgimento da pandemia global devida ao vírus COVID-19. Apesar da incerteza e oscilações decorrentes de tais eventos, os mercados financeiros evidenciam hoje um trending de crescimento. S...
Ver Tudo