O que significa OTC? | Mercado OTC

Carolina Caro Mora
10 Min leitura

Nos mercados financeiros encontramos inúmeros termos que podem ser confusos para nós, mas que devemos entender se queremos avançar no mundo do trading. Estes termos incluem expressões como 'mercados Over the Counter' ou 'mercados OTC'.

O que é OTC?

Os mercados financeiros podem ser classificados entre organizados e não organizados. Os mercados organizados são aqueles sujeitos a um sistema regulado e nos quais são trocados instrumentos padronizados, por exemplo, bolsas de valores.

Os mercados não organizados são menos conhecidos do público em geral. São chamados de Over The Counter (OTC), também conhecidos como mercados fora de bolsa ou de balcão, e são mercados secundários não centralizados, onde as transações são formalizadas com base em acordos bilaterais entre os participantes. Por outras palavras, os contratos são negociados entre duas partes que estabelecem as suas condições, sem a intervenção de um mercado regulatório centralizado.

Estes mercados, que não possuem sede física, apresentam maior risco devido à possibilidade de uma das partes não cumprir o que foi acordado, mas também oferecem maiores oportunidades para os traders ao conceder maior flexibilidade. Além disso, o fato de não existir um órgão centralizado não significa que os seus participantes não tenham que se submeter à supervisão das instituições reguladoras.

Assim como nos mercados tradicionais, como as bolsas de valores, as empresas vão aos mercados OTC para obter financiamento e liquidez. É uma alternativa para aquelas empresas que não atendem aos requisitos para serem listadas em bolsa.

DIFERENÇAS ENTRE MERCADO TRADICIONAL VS MERCADO OTC
  Tradicional OTC
Contratos Padrão/Predefinição Flexível/Acordado entre as partes
Liquidez Alta Baixa
Transparência Alta (preços e registos públicos) Baixo (contratos privados, preços não públicos)
Risco Baixo Alto
Custos Altos (maior fiscalidade) Baixos

Antes de continuar, convidamos-lhe a explorar ainda mais o mundo do trading com os webinars GRATUITOS fornecidos pela Admirals e ministrados por especialistas profissionais. Clique no botão a seguir e registe-se nos que mais lhe interessam:

Webinars grátis sobre trading

Acompanhe os webinars ao vivo hospedados pelos nossos especialistas em negociação

Características dos mercados OTC

Os mercados Over the Counter têm registado um crescimento exponencial nas últimas duas décadas ao ponto de em muitos casos ultrapassarem o volume de transações dos mercados organizados. No início, apenas grandes fundos e entidades financeiras participavam deles, mas agora, graças ao desenvolvimento de novas tecnologias, qualquer pessoa pode ter acesso a estes mercados por meio de corretoras ou prestadores de serviços financeiros.

Ao decorrer a crise financeira de 2008, após a falência do Lehman Brothers, decidiu-se limitar estes mercados desorganizados, aumentando a pressão regulatória, uma vez que foram identificados como uma das causas da crise. A criação de um novo regulamento foi acordada pelo G20 na cúpula de Pittsburgh em setembro de 2009. Como resultado deste acordo, o Regulamento da União Europeia nº 648/2012 (EMIR) entrou em vigor em 2012.

As principais características dos mercados Over the Counter são:

  • As transações são baseadas em contratos entre as partes com garantia como contrapartida.
  • As operações não são realizadas através de uma plataforma centralizada, mas sim através de comunicações electrónicas ou telefónicas.
  • Embora seja um mercado não supervisionado, os seus participantes estão sujeitos à vigilância. De fato, como já apontamos, há uma regulamentação crescente que os afeta.

Como funciona o mercado OTC?

Num mercado OTC existe uma contraparte, uma pessoa singular ou colectiva que define as suas próprias gamas de preços, é o que se chama 'market maker'. O potencial comprador ou vendedor entrará em contato com essa contraparte, geralmente por meio de um intermediário ou corretor, e, se estiver interessado, comprará pelo preço de venda (Bid) ou venderá pelo preço de compra (Ask) e assim sucessivamente. Os preços fixados pelos 'market makers' são negociáveis, ao contrário de um mercado organizado.

Vantagens do OTC

Entre as vantagens dos mercados Over the Counter, podemos citar as seguintes:

✔️ Flexibilidade nas condições dos contratos por não serem padronizados

✔️ Não necessita de grandes quantias de dinheiro para investir nesses mercados

✔️ Instrumentos financeiros mais baratos

✔️ Grande variedade de ativos

✔️ Acesso a financiamento para as empresas que não podem ser cotadas em mercados regulamentados

✔️ Horários mais longos, vão além das sessões do mercado de ações.

Desvantagens do OTC

❌ Menos transparência. As empresas não precisam de fornecer tantas informações

❌ Maior risco de incumprimentos. Para minimizá-lo: diversificar, não investir mais do que podemos pagar, hedging, etc.

❌ Menor liquidez

❌ O preço não precisa de ser público

Mercados OTC - Derivados financeiros

Nos mercados OTC podemos encontrar uma grande variedade de instrumentos financeiros para investir, pois, além de podermos negociar quase todos os produtos que já existem nos mercados regulamentados, também podemos encontrar um amplo catálogo de derivados financeiros. Na verdade, as operações OTC compõem a maioria do mercado de derivativos porque exigem menos investimento inicial.

Os derivativos OTC mais populares são: swaps, forwards, Forex, CFDs e, mais recentemente, criptomoedas. Vejamos estes instrumentos com um pouco mais de profundidade:

Swaps

Os swaps são contratos entre duas partes em que é acordado trocar certas quantias de dinheiro, geralmente referenciadas à taxas de juro, numa data futura.

O swap de taxa de juro mais comum geralmente consiste na troca de pagamentos de juros de taxa fixa por pagamentos de juros de taxa variável.

Os contratos de derivados de swap devem incluir, no mínimo, os seguintes parâmetros: data de início e término; base na qual a troca é acordada (moeda, créditos); moeda de referência; a que vamos referenciar; frequência de pagamento.

⚠️ Não confunda contratos de swap com swap cambial ou swap Forex, uma comissão paga pelo cliente à corretora online por posições abertas de um dia para o outro.

Futuros

Os contratos a termo são derivados financeiros, em sua maioria OTC, que representam um contrato entre duas partes para comprar ou vender um determinado ativo subjacente a um preço específico numa uma data futura. Estes podem ser usados ​​como hedging ou para especulação.

O mercado de contratos futuros cresceu exponencialmente porque muitas grandes empresas o usaram para cobrir riscos de taxa de juro e câmbio. No entanto, como os detalhes dos contratos a termo são determinados pelo comprador e pelo vendedor e não são divulgados, o tamanho desse mercado é difícil de estimar.

FOREX

O mercado Forex é aquele em que as moedas são negociadas. Este é o maior mercado financeiro do mundo, já que mais de 6 biliões de dólares são negociados diariamente entre governos, bancos, corporações e especuladores.

As moedas são negociadas como pares, e o movimento dos pares de moedas mede o valor de uma moeda em relação a outra. Por exemplo, o par de moedas EURUSD mede o valor do euro em relação ao dólar americano.

Se este par subir, significa que o euro se valoriza e vice-versa. Ao negociar Forex, os traders podem obter lucros ou perdas nesses movimentos de moeda. Este mercado está aberto 24 horas por dia, cinco dias por semana, só fecha aos fins-de-semana. Abre no domingo à noite às 23h00 e fecha na sexta-feira às 22h00 (CET).

Contratos por Diferença (CFDs)

Contratos por Diferença (CFDs) são produtos derivados cujo preço é baseado no de um ativo subjacente que pode ser ações, índices, futuros, commodities, moedas ou criptomoedas. Quando operamos com estes contratos, não possuímos o ativo subjacente, mas especulamos sobre o seu preço, tanto para cima quanto para baixo.

Como funciona? Quando compramos um CFD, o que fazemos é estabelecer que o preço do ativo vai subir ou descer e se o mercado for a nosso favor, ganharemos a diferença entre o preço quando abrimos a operação e quando a fechamos. Se o mercado for contra nós, perderemos essa diferença.

Os CFDs têm algumas vantagens, por exemplo, estes não têm data de validade para que possam ser fechados quando quiser. Além disso, estes permitem alavancagem para que não precise de grandes quantias de dinheiro para abrir um pedido. Esta ferramenta permite que multiplique os seus lucros, mas deve usá-la com muito cuidado e com uma boa gestão de risco, pois também pode multiplicar as suas perdas.

Se deseja começar a praticar CFDs num ambiente virtual, com a Admirals poderá abrir uma conta de trading de demonstração GRATUITA. Só precisa de clicar no botão seguinte e registar-se com o seu nome, telefone e e-mail. Assim tão simples!

Negoceie com uma conta demo sem risco

Faça trading com fundos virtuais

Criptomoedas

O mercado de criptomoedas é descentralizado e realizado entre pessoas físicas ou por meio de empresas especializadas, por isso também funciona como mercado Over the Counter. Todas as transações de criptomoeda validadas são registadas no que é chamado de blockchain.

O número de criptomoedas no mundo está a aumentar com os novos avanços tecnológicos. Hoje, existem mais de 5.000 criptomoedas de acordo com o CoinMarketCap. As mais populares são Bitcoin, Bitcoin Cash, Dash, EOS, Ethereum, Monero ou Ripple. Podemos investir em criptomoedas comprando-as diretamente ou mediante uma corretora através de CFDs.

Mercados OTC - Como reduzir riscos e operar com garantias

Como já foi referido acima, entre as desvantagens dos mercados OTC estão os possíveis incumprimentos de algumas das partes que assinam o contrato, uma vez que não existe um órgão de fiscalização. Por isso é fundamental que, se operamos por meio de uma corretora, saibamos escolher bem para evitar fraudes.

Estes são os critérios que devemos ter em conta:

▶️ As melhores corretoras possuem uma boa regulamentação. Não existe risco zero, mas uma conta com uma corretora regulamentada minimizará o risco e evitará possíveis irregularidades e fraudes.

▶️ Segurança de fundos. O melhor é que a corretora tenha contas bancárias segregadas, na Europa. Desta forma, os clientes terão os seus fundos sempre disponíveis e não poderão ser utilizados pela própria corretora para qualquer outra finalidade.

▶️ Capacidade de escolher alavancagem. Para gerir corretamente a sua posição, é muito importante que possa escolher a alavancagem com a qual deseja operar.

▶️ Qualidade de execução de ordens e derrapagem. Ter spreads baixos é bom, ter pedidos atendidos no preço de venda é ainda melhor.

▶️ Atendimento ao cliente. Ter uma corretora com atendimento no seu idioma e com sede física no seu país é muito reconfortante, pois pode deslocar-se pessoalmente para esclarecer as suas dúvidas ou problemas.

▶️ Formação. Deve ter em mente que uma corretora de Forex não está autorizada a dar conselhos de investimento, mas esta pode oferecer formação de trading.

A Admirals atende a todos estes requisitos, pois possui uma das regulamentações mais rígidas da Europa, a da Financial Conduct Authority (FCA) do Reino Unido. Também possui uma "Política de Proteção de Saldo Negativo" para protegê-lo contra saldo negativo de conta. Se deseja começar a operar, pode abrir uma conta de trading real clicando no seguinte banner:

Negociar Forex & CFDs

Obtenha acesso a mais de 40 CFDs de pares cambiais, 24/5

Outros artigos que podem interessar

Sobre a Admirals

Somos uma corretora com presença global autorizada e regulamentada por reguladores financeiros. Oferecemos acesso às plataformas de trading mais inovadoras e operamos com CFDs, ações, Forex, índices, commodities, criptomoedas bem como fundos negociados em bolsa (ETFs).

Bom Trading!

Admirals

Este material não contém e não deve ser interpretado como contendo conselhos de investimento, recomendações de investimento, uma oferta ou solicitação para qualquer transação em instrumentos financeiros. Observe que essa análise de negociação não é um indicador confiável para qualquer desempenho atual ou futuro, pois as circunstâncias podem mudar ao longo do tempo. Antes de tomar qualquer decisão de investimento, deve procurar aconselhamento de consultores financeiros independentes para assegurar que compreende os riscos.

TOP ARTIGOS
Quem participa no mercado cambial ou Forex?
Muitos traders começam a operar no mercado cambial, que também tem a denominação de Forex. Nesta operação, o trader usa uma corretora como a Admirals para comprar ou vender moedas, mas quem são os demais participantes do mercado cambial? Como é que este mercado está organizado? Conteúdos O que é...
Posso investir na bolsa de valores com pouco dinheiro?
Será que pode investir com pouco dinheiro? É seguro? Vale a pena fazer pequenos investimentos? Neste artigo vamos responder a todas estas perguntas para que possa aproveitar o seu conhecimento do mercado a um custo mínimo. Podemos começar? Conteúdos Posso investir com pouco dinheiro? Investir p...
Pips - O Que é um Pip e Como Calcular Pips?
Se está interessado em Forex e lê todas as análises e comentários, certamente já se deparou com o termo Pip ou Pips. O que é um pip em Forex? O pip em Forex, e no resto dos mercados, é uma unidade padrão que indica a variação do preço de um ativo. Mas como saber quanto vale um pip em F...
Ver Tudo