Destaques de Trading: sexta-feira de NFP, preços spot do Crude Oil

Maio 31, 2022 23:43

Os destaques das notícias de trading incluem o NFP de sexta-feira nos EUA e a flexibilização dos bloqueios do COVID-19 na China, estimulando os preços spot do petróleo bruto.

O consenso atual do mercado é que os EUA criaram 320 mil novos empregos em maio, ante 428 mil em abril. Essa previsão leva em conta os efeitos da inflação e a possibilidade de uma desaceleração na geração de empregos por causa do aperto da política monetária e do aumento das taxas de juro.

A economia dos EUA perdeu terreno no primeiro trimestre em uma luta árdua contra a alta inflação e a escassez da cadeia de suprimentos, mas os números do emprego continuaram sendo um ponto positivo. Se este foi o caso em maio ficará claro na sexta-feira. Quaisquer surpresas positivas podem apoiar o dólar. Por outro lado, se as expectativas forem frustradas, o USD pode sentir a pressão enquanto o ouro pode ser suportado.

Restrições da Reserva Federal

Os números do emprego nos EUA influenciam a política monetária da Reserva Federal, que está no caminho mais rápido para a restrição monetária. No caso dos dados mostrarem um mercado de trabalho enfraquecido, o banco central pode tomar isso como um sinal para diminuir o ritmo de restrições. Se os números forem relativamente robustos, há um argumento para que a Fed permaneça no seu percurso hawkish na próxima reunião em junho.

Abrandamento do confinamento na China

Os bulls do petróleo bruto estavam a esperar que a China abrandasse os bloqueios do COVID-19 e isso finalmente começou a acontecer. Os preços spot do petróleo bruto foram elevados no início da semana de negociação e os traders de petróleo bruto rapidamente precificaram um crescimento na procura por combustível. A produtividade industrial na China foi fortemente pressionada em maio durante os confinamentos, afetando o sentimento dos investidores e pesando nos mercados de ações asiáticos. Depois dessa nuvem passar, as perspectivas de crescimento global podem melhorar, mas os preços mais altos dos combustíveis provavelmente aumentarão o balão da inflação nos mercados de commodities.

O Canadá divulga os resultados do PIB do primeiro trimestre. Esperado estar no nível de 5,4 por cento em comparação com 6,7 por cento anteriormente, qualquer surpresa positiva ou negativa pode mover os pares de moedas CAD. O CAD também pode ser afetado pela decisão da taxa de juro do Banco do Canadá (BoC) amanhã, quarta-feira, 1º de junho.

Veja o Calendário Forex da Admirals para ver mais destaques de notícias de trading.

FAQ 

O que são 'Non-Farm Payrolls'?

O relatório 'Non-Farm Payroll', ou NFP, é altamente influente e abrange o número de empregos adicionados no mês anterior. A pesquisa é divulgada na primeira sexta-feira de cada mês.

Antes da divulgação do relatório, analistas financeiros e economistas partilham o seu consenso. Esta é uma estimativa ou previsão e não o resultado real em si, mas os traders podem usá-la para informar e ajudar nas suas decisões.

Leia mais sobre o evento de negociação NFP de sexta-feira no nosso artigo educativo aqui. 

Negociar e investir em condições de mercado voláteis pode ser um desafio, e os webinars da Admirals são realizados por especialistas. Aprenda estratégias e acompanhe as sessões de trading ao vivo!

Webinars grátis sobre trading

Acompanhe os webinars ao vivo hospedados pelos nossos especialistas em negociação

Este material não contém e não deve ser interpretado como contendo conselhos de investimento, recomendações de investimento, oferta ou solicitação de quaisquer transações em instrumentos financeiros. Observe que essa análise de negociação não é um indicador confiável para qualquer desempenho atual ou futuro, pois as circunstâncias podem mudar ao longo do tempo. Antes de tomar qualquer decisão de investimento, deve procurar aconselhamento de consultores financeiros independentes para garantir que compreende os riscos.

 

Sarah Fenwick
Sarah Fenwick Escritor Financeiro

Sarah Fenwick tem experiência em jornalismo e comunicação social. Trabalhou como correspondente ao cobrir notícias da Swiss Stock Exchange e escreve sobre finanças e economia há cerca de 15 anos.