Após fracos dados do PIB chinês, aguardamos o próximo conjunto de resultados corporativos

Outubro 21, 2021 01:17
 

Durante a sessão de ontem, os dados do PIB chinês para o terceiro trimestre foram divulgados. A partir destes dados, podemos mais uma vez constatar que a economia global está a sofrer uma desaceleração - causada, entre outros fatores, pela pandemia e ainda agravada pela crise energética.

Tal como acontece com os dados mais recentes do PMI na China, o PIB foi pior do que o esperado e abaixo do valor anterior pela terceira vez consecutiva. Especificamente, o PIB do terceiro trimestre ficou em apenas 0,2%, levando o crescimento anual do PIB a 4,9%, em comparação com o crescimento de 7,9% registado no final do primeiro semestre.

 

Fonte: Investing.com 

 

Portanto, teremos de ficar atentos na evolução dos dados macroeconómicos e, acima de tudo, nos preços da energia. Se a tendência atual continuar, os problemas também podem continuar a aumentar, levando a mais fechos temporários de fábricas e causando ainda maior impacto na economia.

Em outras notícias, o fluxo constante de resultados trimestrais continua a ser divulgado. Na semana passada, comentámos sobre os resultados positivos vindos do setor bancário; hoje é a vez dos gigantes como a J&J, Procter&Gamble e Netflix, sendo a última a empresa mais esperada à medida que a concorrência neste setor se torna cada vez mais forte. Espera-se que o sucesso recente da série sul-coreana "Squid Game" possa render até 900 milhões de dólares.

Outro destaque importante na sessão de ontem foi, sem dúvida, a Apple, depois da empresa anunciar um segundo evento global apenas um mês após o seu evento anual muito antecipado em setembro.

Desta vez, a Apple revelou duas novas versões do seu popular MacBook, uma versão renovada dos AirPods e um novo serviço de streaming de música com preço a rondar os $5 por mês.

Apesar dos resultados positivos apresentados nos últimos meses, depois de atingir níveis recordes a 7 de julho de 2021 em cerca de 157,17 dólares por ação, o preço das ações da Apple começou uma correção acentuada que a levou a um double bottom perto do nível de retração Fibonacci de 50% do último momento de inclinação positiva.

Estas quedas podem ser explicadas pela incerteza gerada pela crise de microship e pelos altos custos da energia que têm causado problemas nos processos de fabricação dos seus produtos. No entanto, espera-se que à medida que essa situação vá melhorando, o preço das ações seja restaurado. Ainda assim, teremos que estar atentos aos seus resultados trimestrais, que deverão ser apresentados no dia 28 de outubro.

Também teremos que estar muito atentos à evolução do preço nas próximas semanas. Se continuar com a recuperação e subir novamente acima de 150 dólares por ação, poderemos testemunhar um momento de inclinação positiva em busca de máximos históricos. Enquanto o preço mantiver o seu nível de suporte atual na linha vermelha, o sentimento de mercado permanecerá em alta.

 

Fonte: Admirals MetaTrader 5 – Apple Daily Chart. Intervalo Temporal: 28 agosto 2020 – 19 outubro 2021. Capturada: 19 outubro 2021. Nota: O desempenho anterior não é um indicador confiável de resultados futuros.

Evolução dos últimos cinco anos:

  • 2020: 80,75%
  • 2019: 86,13%
  • 2018: -6,78%
  • 2017: 46,15%
  • 2016: 9,99%

Com uma conta Trade.MT5 da Admirals, poderá negociar Contratos por Diferença (CFDs) na Apple e em mais de 3000 outras ações! Os CFDs permitem, para quem negoceia, a tentativa de lucrar tanto com a alta quanto com a queda dos preços, ao mesmo tempo que utiliza o benefício da alavancagem. Para abrir uma conta hoje, clique no banner abaixo:

Negoceie Forex & CFDs

Tenha acesso a mais de 40 CFDs em pares cambiais, 24/5

COMECE A NEGOCIAR

 

INFORMAÇÃO SOBRE MATERIAIS ANALÍTICOS:  

Aviso: Os dados fornecidos fornecem informações adicionais sobre todas as análises, estimativas, prognósticos, previsões ou outras avaliações ou informações similares (doravante "Análise") publicadas nos websites das empresas de investimento da Admirals. Antes de tomar qualquer decisão de investimento, preste muita atenção ao seguinte:

 

  • Esta é uma comunicação de marketing. A análise é publicada por motivos informativos apenas e não é construída sob a forma de aconselhamento ou recomendação de investimento. Não foi elaborado de acordo com os requisitos legais destinados a promover a independência da pesquisa de investimento, e que não está sujeito a qualquer proibição de lidar com a disseminação da pesquisa de investimento.
  • Qualquer decisão de investimento é tomada por cada cliente, enquanto a Admirals não será responsável por qualquer perda ou dano decorrente de tal decisão, com ou sem base na Análise.
  • Para garantir que os interesses dos clientes sejam protegidos e a objetividade da Análise não seria prejudicada, a Admirals estabeleceu procedimentos internos relevantes para a prevenção e gestão de conflitos de interesse.
  • Cada uma das Análises é preparada por um analista independente, Roberto Rojas, Freelance Contributor (doravante "Autor"), com base em estimativas pessoais.
  • Embora todos os esforços razoáveis sejam feitos para garantir que todas as fontes da Análise sejam fiáveis e que todas as informações sejam apresentadas, tanto quanto possível, de uma forma compreensível, oportuna, precisa e completa, a Admirals não garante a exatidão ou integridade de qualquer Análise ou informações contidas na Análise. Os números apresentados referem que qualquer desempenho passado não é um indicador confiável de resultados futuros.
  • O conteúdo da Análise não deve ser interpretado como uma promessa expressa ou implícita, garantia ou implicação por parte da Admirals de que o cliente lucrará com as estratégias aqui contidas ou que as perdas em relação a elas serão limitadas.
  • Produtos alavancados (incluindo contratos por diferença) são de natureza especulativa e podem resultar em perdas ou lucros. Antes de começar a negociar, certifique-se de que compreende todos os riscos.
Roberto Rojas
Roberto Rojas Analista Financeiro, Admirals Espanha

Roberto é Analista Financeiro com certificado de European Financial Advisor. Em 2013 graduou-se como Expert Manager em Ações com Derivativos nas Bolsas de Valores e Mercados Espanhóis. Trabalha na Admirals desde 2013.